Notícias

Um milhão de euros para promover empregabilidade global

Um milhão de euros para promover empregabilidade global

Chama-se PRAXIS - European Center for Project/ Internship Excellence, é liderado por uma universidade portuguesa e foi pensado para criar uma rede global de empregabilidade para os profissionais da engenharia formados na Europa.
11.11.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) lidera a nível europeu um programa que visa criar um mercado europeu de estágios e projetos cuja missão é potenciar a colocação de alunos de engenharia no mercado de trabalho global. O Praxis – European Center for Project/Internship Excellence foi apresentado esta semana e promete abrir as portas do mercado de trabalho a muitos jovens europeus. Que os engenheiros portugueses são cada vez mais requisitados por mercados como o Brasil e Angola, já não é novidade. Mas o Praxis, tem outras metas: atingir o mercado europeu. Na Europa, a Alemanha é dos países que mais procura engenheiros portugueses para suprir a sua necessidade de técnicos qualificados nesta área. O projeto agora liderado pelo ISEP vira promover uma rede de cooperação entre os vários países da Europa, promovendo a mobilidade e a empregabilidade dos jovens engenheiros formados nas universidades europeias. “Criar uma rede europeia de estágios para novas possibilidades de trabalho”é a meta deste programa, segundo o ISEP. A intenção da instituição é não mais do que criar um mercado europeu de projetos e estágios que potencie a colocação dos alunos de engenharia no mercado de trabalho global, permitindo-lhes outro leque de opções em termos de colocação profissional. O programa tem um orçamento superior a um milhão de euros e a sua operacionalização envolve 44 instituições de ensino de 27 países europeus. Segundo a entidade coordenadora do projeto, “o Praxis pretende assumir-se como um centro de excelência na área das engenharias que centralize as propostas e os recursos educativos e técnicos, disponibilizando-os aos alunos do ensino superior europeu em geral”. O objetivo, garante fonte do ISEP, é que os estudantes alcancem outro leque de oportunidades profissionais mais globais. Atualmente, os alunos do ISEP e de outras instituições de ensino europeias escolhem um projeto/estágio entre os que estão disponíveis na sua própria instituição. Quando ambicionam integrar um projeto em regime de mobilidade, os alunos sentem muitas vezes dificuldades em conhecer e aceder a informações sobre os projetos em desenvolvimento na universidade que escolheram. O Praxis surge também para colmatar esta dificuldade. O programa de unificação de oportunidades de estágio para engenheiros, à escala europeia assume como objetivo “ser reconhecido a nível mundial no campo do ensino baseado em atividades de projeto/estágio, através da criação e manutenção de um ambiente que promova e apoie a inovação nessa área, visando a melhoria da empregabilidade dos estudantes”. E para estes, há ainda outros benefícios. “As mais-valias do Praxis para os alunos passam também pela possibilidade de beneficiarem de um mercado virtual, onde podem escolher o projeto que querem, em qualquer ponto da Europa, em função dos seus interesses particulares”, faz saber a organização que, acrescenta ainda que o programa permitirá disponibilizar recursos técnicos e educativos relacionados com este tipo de instrução. Trata-se pois de fazer desta plataforma um ponto de encontro centralizado entre os estudantes de engenharia da Europa para que possam tirar dúvidas e partilhar experiências com os seus pares. Aos estudantes será ainda possível selecionar projetos no espaço europeu que possibilitam o desenvolvimento das competências mais adequadas aos seus objetivos e à obtenção do emprego que procuram. As entidades empregadoras do espaço europeu serão também chamadas a desenvolver um papel ativo no contexto do Praxis. “Deseja-se que os recrutadores sejam membros ativos desta plataforma e que coloquem no mercado virtual as suas próprias propostas”, revela o ISEP.


OUTRAS NOTÍCIAS
TAP previne reformas com contratações

TAP previne reformas com contratações


Em junho deste ano a TAP anunciou a retirada de um tripulante em todos os seus voos, mas o cenário inverteu-se. Para acautelar a passagem à reforma de um número ainda indeterminado de tripulantes, a e...

Um negócio na área da educação

Um negócio na área da educação


Foi durante uma viagem ao Brasil para a apresentação de um projeto conjunto que Marco Coelho e Nuno Rodrigues começaram a discutir ideias que gostariam de implementar. De regresso...

Seis Start-ups no mais antigo prémio do país

Seis Start-ups no mais antigo prémio do país


O galardão que já distinguiu empresas como a Critical Software, a Croestaminal, a Central Casa, Biosurfit, Active Space Technologies, entre muitos outros, prepara-se para dar a conhecer ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants