Notícias

Tudo o que não deve escrever no currículo

O emprego para a vida é coisa do passado e a generalidade dos profissionais já compreendeu que é possível consolidar uma carreira, mas não necessariamente na mesma organização para sempre. Por isso, nos últimos anos tornou-se ainda mais determinante ter um currículo exemplar, sempre pronto a apresentar. Conheça tudo aquilo que nunca deve referir no seu CV.
05.01.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A facilidade em conseguir um emprego ou até um segundo emprego, como há anos atrás era tão comum, é hoje uma miragem. Com a taxa de desemprego a subir no país, torna-se claro para os especialistas de recrutamento que os profissionais que desejam alcançar uma oportunidade no competitivo e cada vez mais global mercado de trabalho devem estruturar uma estratégia de candidatura imbatível. A começar pelo currículo. O primeiro grande trunfo de qualquer profissional nos dias que correm, é ter consciência do seu talento e conceber uma estratégia de abordagem ao mercado e aos recrutadores que lhe permita vender esse talento com sucesso, demonstrando que é, efetivamente, a melhor pessoa que a empresa pode contratar para aquele cargo. O currículo é a primeira montra dessa estratégia, seja ele no tradicional e formatado modelo Europass, no mais arrojado currículo criativo ou no cada vez mais em voga modelo vídeo E em qualquer um deles há regras a cumprir, sobretudo naquilo que nos erros que não deverá cometer. Se pensa que a informação nunca é em excesso, está redondamente enganado. Na verdade, para a grande maioria dos especialistas em gestão de carreira e recrutamento, este é o erro mais cometido pelos candidatos a emprego. O seu currículo não tem de ter toda a sua informação desde que nasceu até à atualidade. O que o seu currículo tem de ter é a informação que é determinante para que consiga alcançar o lugar que ambiciona. Pode começar por abolir do seu CV toda a informação desnecessária, a começar pela sua informação pessoal. A única coisa que não deve faltar é o seu nome completo, morada, email e número de telefone. No percurso profissional, resuma a informação apenas ao que é determinante para o cargo e às experiências profissionais mais relevantes. As suas atividades na adolescência, que não acrescentem valor ao seu percurso profissional e ao cargo a que se candidata, jamais devem constar no currículo. Igualmente importante é não mentir ou exagerar no seu percurso. Quem recruta tem formas de confirmar a informação e até pela experiência que tem na gestão de pessoas, consegue perceber quando um candidato está a ir além da verdade. Lembre-se que exagerar também é enganar o recrutador e isso é motivo imediato de exclusão. No seu currículo não deve constar nada que o prejudique. Opte sempre por colocar uma fotografia profissional (se o empregador a solicitar) e jamais envie um currículo com uma foto informal. Se foi despedido no seu emprego anterior, não precisa mencionar o facto no currículo, mas deve referi-lo na entrevista explicando também as razões, sem contudo ter um discurso negativo em relação ao seu anterior emprego. Na verdade, ao referir-se às suas anteriores funções deve ter sempre o cuidado de nunca revelar informação confidencial. Contará a seu favor ter referências sólidas que poderá elencar na sua lista de competências no currículo. Jamais deve enviar um currículo extenso, mesmo que tenha uma longa carreira profissional. Duas páginas são mais que suficiente. E tão importante como o poder de síntese é não dar erros ortográficos. Lembre-se que o novo acordo ortográfico está já em vigor.


OUTRAS NOTÍCIAS
Palestras grátis para profissionais

Palestras grátis para profissionais


O Centro Comercial Dolce Vita Ovar e a Fundação de Ensino e Desenvolvimento de Paços de Brandão (FEDESPAB) uniram-se no desígnio de apoiar os profissionais daquela região a Norte do país, na sua valo...

Retalho lidera recrutamento

Retalho lidera recrutamento


Apesar do mercado laboral nacional estar a sofrer algum clima de incerteza, ainda existem possibilidades de emprego em Portugal. Há sectores que continuam a recrutar e até profissões e funções que res...

Évora recebe parque de ciência e tecnologia

Évora recebe parque de ciência e tecnologia


O Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, que deverá nascer em Évora já no próximo ano, vai agregar laboratórios para apoiar empresas em várias vertentes como as energias renováveis, o ambiente e ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA