Notícias

Treino para falar nos media

Treino para falar nos media

A TTA quer ajudar profissionais de várias áreas de atividade, desde o desporto ao mundo empresarial, a comunicarem corretamente.
27.12.2012 | Por Maribela Freitas


  PARTILHAR



Na vida atual cada vez mais profissionais são chamados a falar nos meios de comunicação social ou a expor as suas ideias para pequenas e grandes plateias. Muitos executivos e demais profissionais têm lacunas na forma como se expressam em público. A The Training Agency (TTA) viu aqui uma hipótese de trabalho e apostou na formação individual ou em grupo em media training, formação de porta-vozes e public speaking. A TTA é responsável pela formação de executivos com o objetivo de melhorar as suas qualidades de comunicação verbal e não verbal para entrevistas nos meios de comunicação social, apresentações e discursos públicos. Maria Duarte Bello, directora da TTA explica que empresários e executivos, políticos, artistas, apresentadores de televisão, desportistas e profissionais liberais, são algumas das profissões que recorrem à sua agência. “Hoje em dia qualquer pessoa pode ser chamada a falar na TV e ensinamos a projetar a voz ou a transmitir com clareza a mensagem que se quer passar”, salienta. Ainda em media training a TTA ensina os profissionais a serem mais objectivos; a utilizarem linguagem adequada, ou seja, por exemplo evitar expressões negativas ou a citarem a concorrência; a falarem para a câmara; a vestirem-se da forma certa e a saberem falar com o jornalista. Uma vez que em televisão tudo é evidenciado, trabalham também as micro-expressões faciais. Outra área em que a TTA trabalha é na formação de porta-vozes. Neste âmbito os formandos aprendem a planear as suas apresentações e a expor projetos, a usar bem a voz, a aperfeiçoar o vocabulário e a limar tiques. Já no public speaking a TTA mostra como se deve estar numa reunião, ensina a apresentar propostas, a alinhar o pensamento, a ser objetivo, entre outros. “Damos formação à medida, tanto individualmente como para grupos, uma vez que nem todas as pessoas têm as mesmas lacunas e dificuldades. Muitos dos formandos chegam-nos indicados pelas diretorias de recursos humanos das empresas que identificam necessidades formativas nestas matérias nalguns dos seus colaboradores”, salienta Maria Duarte Bello. O setor farmacêutico, banca, seguros, grande consumo e distribuição, são quem mais procura o media training e public speaking. Para a directora da TTA “a necessidade desta formação surge à medida que um profissional sobe na hierarquia. Existem bons técnicos que são maus comunicadores e o treino que ministramos pode auxiliá-los na sua carreira”.


OUTRAS NOTÍCIAS
Temporários especializados aumentam 61%

Temporários especializados aumentam 61%


Portugal tem trabalhadores temporários cada vez mais qualificados e especializados e a tendência deverá continuar a crescer. Segundo as principais conclusões de um estudo realizado pela Page Personnel...

Erasmus com continuidade assegurada

Erasmus com continuidade assegurada


Depois de ter visto a sua viabilidade financeira em risco, o programa de intercâmbio de estudantes Erasmus, tem continuidade assegurada para 2013/2014. Num acordo de última hora, Estados-membros e Par...

Quero trabalhar no Facebook!

Quero trabalhar no Facebook!


O mercado das tecnologias de informação é dos mais competitivos em matéria de recrutamento. As grandes empresas disputam entre si os melhores talentos e não o fazem apenas a uma escala local. Se há m...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal