Notícias

Quero trabalhar no Facebook!

Quero trabalhar no Facebook!

O site de carreiras Glassdoor acaba de divulgar a sua lista das melhores empresas para trabalhar em 2013 e desenganem-se os que até aqui elegiam a Apple como o ex-libris das organizações, pois se há lugar onde todos querem trabalhar é no Facebook. O ranking elaborado, resulta da avaliação dos funcionários e colaboradores da empresa e mostra o que distingue afinal um emprego de um emprego de sonho.
20.12.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O mercado das tecnologias de informação é dos mais competitivos em matéria de recrutamento. As grandes empresas disputam entre si os melhores talentos e não o fazem apenas a uma escala local. Se há mercado onde o recrutamento não conhece fronteiras geográficas, é este. Talvez por isso, seja tão importante para as empresas das TI posicionarem-se em lugares cimeiros nos rankings mundiais dos melhores recrutadores. Mark Zuckerberg tem por isso mais uma razão para estar contente. O Facebook lidera o ranking, entre 50 empresas, e é a organização com os funcionários mais motivados e satisfeitos. Aparentemente, não há quem não gostasse de trabalhar para Zuckerberg. A escolha é dos funcionários que votaram, de zero a cinco, os vários parâmetros contemplados no estudo e considerados essenciais ao funcionamento de uma empresa modelo. O Facebook de Zuckerberg destacou-se numa tabela onde dominam claramente as empresas tecnológicas que, pelo seu caráter inovador e de permanente estímulo à criatividade, são claramente as melhores empresas para trabalhar em 2013 (ver tabela). Mas entre o primeiro lugar do Facebook (com 4.7 estrelas em cinco) e o 34º lugar ocupado pela lendária Apple (3.9 estrelas em cinco), a distância é muita aos olhos dos funcionários e há pormenores que fazem toda a diferença. 99% dos funcionários do Facebook aplaudem o seu CEO e o modelo de gestão de Zuckerberg. Um modelo que dizem estar estruturado em torno de pilares como a flexibilidade ou uma cultura de meritocracia que se move de forma rápida, tão rápida como o movimento dos profissionais de TI no mercado laboral. Para a generalidade dos colaboradores, a estrutura que faz mexer a rede social mais famosa do mundo é uma empresa exigente, mas altamente motivadora sob o ponto de vista do desenvolvimento profissional. Os colaboradores falam da aspiração permanente de fazerem todos os dias um trabalho melhor e da missão inspiracional da companhia: “fazer do mundo um espaço mais aberto e ligado”. Mas há outros fatores de destaque que fazem desta a melhor empresa para trabalhar a nível global. A flexibilidade é o mais apontado pelo quadros da empresa. Trabalhar no que se quer, onde e quando se quer são vantagens realçadas nas conclusões do inquérito, que destaca também a celeridade da progressão na carreira, a partilha de ideias e de conhecimento com mentores, o elevado grau de talento existente na empresa e um “incrível espírito de equipa”. Trabalhar no Facebook tem ainda outras regalias. Alimentação gratuita, snacks gratuitos e ginásio figuram na lista da tecnológica como trunfos para atrair os melhores talentos, maioritariamente engenheiros, para a empresa. E quando a missão é captar talento, o vice-presidente do Facebook para a área dos Recursos Humanos, Lori Goler, não poupa esforços. O líder reconhece que o universo das TI é um mercado extremamente competitivo e onde a diferença na captação dos melhores faz-se muitas vezes pelo nível de tranquilidade que a empresa dá aos seus colaboradores. “Procuramos dar-lhes coisas que gostem e fazer com que não se preocupem com nada e possam concentrar-se em trabalhar bem na empresa”, realça. Google (em sexto lugar com 4.3 estrelas em cinco) ou Linkedin (em 14º com 3.1 estrelas em cinco) figuram também na lista do Glassdoor que coloca a Apple em 34º lugar da tabela. No Google, os colaboradores destacam sobretudo a preocupação da empresa com os funcionários e a sua preocupação em facilitar a quem trabalha na empresa uma boa articulação entre a vida pessoal e familiar. Já no Linkedin, as bandeiras são a cultura de valores de uma empresa onde o empreendedorismo, a inovação e a criatividade não só estão presentes em cada tarefa como são permanentemente estimulados, por exemplo com a criação de uma nova incubadora de ideias para funcionários. Na Apple, os funcionários destacam a notoriedade da marca no mundo e a convicção interna de que “o trabalho que aqui se desenvolve muda o mundo”. A generalidade dos colaboradores considera-se bem paga, mas enuncia contras como as longas horas de trabalho, a pouca dimensão do estacionamento, refeitório ou do próprio espaço de trabalho. Mas na essência reconhecem que qualquer profissional daria tudo para trabalhar ali. O responsável do site de carreiras Glassdoor, Bob Hohman, reconhece que a competição para atrair os melhores engenheiros para Silicon Valley é feroz, com os gigantes tecnológicos como Facebook, a Google,a Apple, o Twitter e várias outras startups, a disputarem as mesmas contratações, mas reforça “um grupo de bons engenheiros pode fazer a diferença entre um bom produto e algo que vai mesmo mudar o mundo”. São esses profissionais que estas empresas procuram e é em nome deste caráter diferenciador que recrutam a nível global, em todo o mundo. Segundo o especialista, "há várias razões pelas quais as pessoas querem trabalhar no Facebook e, como em qualquer lado, a competição faz parte do 'puzzle'”. O relatório elaborado pelo site de carreiras Glassdoor (em www.glassdoor.com) tem por base uma avaliação rigorosa dos funcionários das empresas listadas e avalia, numa escala de um a cinco, os diversos parâmetros que fazem de uma empresa a melhor para trabalhar. Critérios como o ambiente de trabalho, o nível salarial, a relação com as chefias, a ligação trabalho família, o estímulo à criatividade e inovação, figuram entre os parâmetros analisados. O resultado final constitui não só um motivo de orgulho para a empresa, como também um excelente cartão-de-visita de cada vez que estas organizações tiverem de disputar entre si a contratação de um novo talento. A vantagem de conhecer esta tabela é que, além de algumas destas empresas estarem presentes em Portugal, qualquer uma delas tem oportunidades em aberto e vagas para preencher. Lugares disputados com base no mérito e no talento e onde a nacionalidade dos candidatos não é um entrave. Ou não fossem estas empresas globais. Lista das 50 melhores 1º Facebook 2º McKinsey & Company 3º Riverbed Technology 4º Bain & Company 5º M.D. Anderson Cancer Center 6º Google 7º Edelman 8º National Instruments 9º In-N-Out Burger 10º Boston Consulting Group 11º CareerBuilder 12º Southwest Airlines 13º Chevron 14º LinkedIn 15º Rackspace 16º Gartner 17º Akamai 18º Shell Oil Us 19º Workday 20º Cummins 21º REI 22º Salesforce.com 23º Citrix Systems 24º Trader Joe’s 25º Salom Consulting 26º Orbitz Worldwide 27º MITRE 28º JetBlue 29º MasterCard 30º Agilent Technologies 31º Intel Corporation 32º Hyatt 33º Red Hat 34º Apple 35º General Mills 36º MathWorks 37º Fluor 38º Qualcomm 39º Digitas 40º Biogen Idec 41º Northewestern Mutual 42º SAP 43º IKEA 44º Dow Chemical 45º Boeing Commercial Airplanes 46º Costco Wholesale 47º Intermountain Healthcare 48º Turner Broadcasting 49º Eaton 50º Starbucks


OUTRAS NOTÍCIAS
Compal forma empreendedores agrícolas

Compal forma empreendedores agrícolas


A Compal vai apoiar os jovens empreendedores agrícolas que pretendam instalar-se, aumentar ou reconverter as suas explorações. Para isso, está a selecionar os primeiros empreendedores que integrarão a...

A Era da reconversão profissional

A Era da reconversão profissional


Portugal continua a falhar na ligação entre o que as empresas precisam e as competências que os profissionais têm para oferecer. Portugal não está a conseguir adequar o seu elevado número de desemp...

Ministério das Finanças recruta inspetores

Ministério das Finanças recruta inspetores


Está em marcha um programa de recrutamento de mil inspetores tributários para o Ministério das Finanças. As novas contratações inserem-se na meta definida pelo Governo de combate à evasão fiscal e têm...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNT MANAGER - INCENTIVOS À I&D

Michael Page Portugal

ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal