Notícias

Select com vendas de 35 milhões de euros

05.09.2003


  PARTILHAR




Fernanda Pedro

A SELECT Vedior, empresa de Recursos Humanos (RH), acaba de adquirir a Talentum-Sociedade de Consultoria de Gestão, SA, uma empresa que actua também na área de RH.

A Talentum, que era participada pela TAP, PT, CTT e Gestnave, baseava a sua actividade na consultoria de especialização na área de RH.

Com esta aquisição, o Grupo Select vai absorver a experiência da Talentum e reorientar-se para o segmento de grandes empresas através da oferta de serviços de consultoria, com especial enfoque nos projectos de reorientação profissional para gestores com mais de 50 anos.

Em Portugal, o volume de negócios do Grupo cresceu, no primeiro semestre deste ano, cerca de 3 milhões de euros (em 2002 o resultado alcançado no mesmo período foi de 62 milhões de euros).

As vendas também registaram um aumento de 12% entre Abril e Junho de 2003, totalizando um valor na ordem dos 35 milhões de euros.

Segundo o "Staff Industry Report", a nível mundial, a Select também reforçou a sua posição, ao liderar com um volume de vendas anual de 2 mil milhões de euros.

Para marcar essa posição, o Grupo continua a apostar na valorização dos seus recursos humanos, proporcionando formação contínua e específica para a função a desempenhar.

Além da área laboral, a Select ministrou recentemente cursos de liderança para todas as chefias da empresa. O Grupo registou ainda outro facto relevante neste último semestre, ao tornar-se membro fundador da Associação de Responsabilidade Social das Empresas.

Segundo a empresa, esta adesão "ajuda a tornar o nosso mercado dos recursos humanos cada vez mais responsável e competitivo".

Apesar do sucesso da Select Vedior no mercado, algumas preocupações assombram o futuro. O Grupo manifesta alguma preocupação quanto à política de "dumping" utilizada por alguns concorrentes.

Tudo isto acontece porque a Select constata a contradição entre a intenção do Governo de promover a competitividade e produtividade da economia e, por outro lado, a continuação de uma política de base exclusivamente assente no custo mais baixo, mesmo quando os valores são inferiores ao preço de custo.

Mas esta contradição, a Select atribui à falta de fiscalização por parte das autoridades competentes, factor que origina a política de "dumping".

"Este é um caminho que leva à empregabilidade de recursos humanos sem formação adequada nem garantia dos seus direitos", alerta a Select.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants