Notícias

Qualificar os líderes do futuro

Qualificar os líderes do futuro

O Instituto Português de Corporate Governance quer tornar mais eficiente a gestão empresarial nas organizações nacionais e vai formar a nova geração de administradores não-executivos. A primeira edição do curso arranca já em março.

06.02.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Alavancar a qualidade e a eficiência do funcionamento dos vários órgãos sociais das empresas, potenciando a melhoria contínua dos processos de Corporate Governance (governação corporativa) em Portugal, é o objetivo do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG) que quer formar os futuros líderes no sentido de evitar futuramente a ocorrência “situações negativas de Bom Governo”, como algumas que foram publicamente conhecidas nos últimos anos. Para isso, o instituto estruturou uma série de iniciativas, enquadradas no seu plano de atividades para 2016, entre quais está o Programa Avançado para Administradores Não-Executivos.

A primeira edição deverá arrancar já no próximo mês. Com coordenação a cargo de Pedro Rebelo de Sousa (na foto), Luís Todo Bom e Manuel Agria, o programa de formação reúne um corpo docente composto por académicos com experiência de participação em Conselhos de Administração, na condição de administradores não-executivos, como Vítor Bento, Daniel Bessa, António Gomes Mota ou Luís Palha da Silva ou António Gomes Mota.

Segundo o IPCG, o objetivo deste programa de formação avançada é “dotar os futuros e atuais administradores não-executivos das ferramentas teóricas e conhecimentos que lhes permitam desempenhar, com eficiência e responsabilidade as suas funções”. O curso, que integra também um processo de certificação, quer levar os participantes a revisitar um conjunto alargado de conceitos teóricos ligados à gestão de grandes organizações empresariais, úteis para a atividade corrente dos administradores não-executivos, procurando clarificar a importância e o conjunto de responsabilidades associadas à participação dos administradores não-executivos nas comissões especializadas do Conselho de Administração.



OUTRAS NOTÍCIAS
Millennials: o que eles querem das empresas

Millennials: o que eles querem das empresas


O principal desafio pode nem ser atraí-los para o negócio. É no objetivo de segurar os millennials na empresa que os líderes e diretores de Recursos Humanos enfrentam a &ld...

74% querem contratar, mas pode ser difícil

74% querem contratar, mas pode ser difícil


Basta analisar o Guia do Mercado Laboral 2016, esta semana divulgado pela consultora Hays, para identificar sinais claros de otimismo entre as empresas e a sua intenção em reforça...

Europa procura empreendedores portugueses

Europa procura empreendedores portugueses


A Comissão Europeia anunciou esta semana a abertura de candidaturas à competição de empreendedorismo “Elevator Pitch – Ideias que marcam”. O objetivo do c...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal