Notícias

Portugal a Recrutar: Regresso das Contratações

Portugal a Recrutar: Regresso das Contratações

Depois do pico do desemprego nacional, registado em 2012, o mercado de trabalho nacional tem vindo a consolidar a sua recuperação. Em consenso, os especialistas falam em aumento das oportunidades de trabalho, mas não deixam de reconhecer que é urgente refletir sobre o estado do mercado laboral nacional para alcançar uma estratégia de sustentabilidade futura. O Expresso vai promover essa reflexão.

25.09.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



  • Quanta da redução do desemprego a que assistimos se faz à conta da emigração? 
  • Qual a estratégia nacional para travar a fuga de cérebros e atrair de volta o capital intelectual que partiu? 
  • Em que áreas está o país a criar emprego? 
  • Quem está a contratar e com que condições? 
  • Que competências procuram as empresas? 
  • Que caminhos temos para combater os flagelos da precariedade laboral, do desemprego jovem e de longa duração? 
  • É eficiente a nossa estratégia de reconversão profissional? 
  • Estamos a qualificar profissionais nas áreas certas, nas que o mercado e as empresas necessitam? 
  • É sustentável a recuperação do emprego a que assistimos? 


O Expresso Emprego quer ser um agente de mudança e promover uma reflexão informada sobre as questões associadas à empregabilidade dos portugueses, aproximando-os das empresas e promovendo a sua integração no mercado de trabalho, ao mesmo tempo que chama ao debate os principais players e especialistas do sector. Arranca na próxima segunda-feira a iniciativa Portugal a Recrutar.

Quatro feiras de emprego, a primeira das quais já a partir de hoje, marcam o arranque de uma iniciativa que pretende ser um aliado de quem procura emprego e de quem contrata, não só pela via do recrutamento, mas também do debate.

Ao longo de um ano, o Expresso Emprego vai reforçar a sua missão na área do recrutamento e gestão de carreiras com um conjunto de iniciativas de dinamização da contratação, focadas em aproximar os melhores candidatos das empresas de excelência, mas também chamará ao debate os principais especialistas nacionais e internacionais das áreas do recrutamento, seleção, gestão, direito. Dois pratos de uma mesma balança que se unem para alcançar, em equilíbrio, propostas estratégicas para consolidar a recuperação do mercado de trabalho nacional que nos últimos anos tem timidamente vindo a surgir.

O objetivo-âncora desta iniciativa é, por um lado, permitir aos candidatos a emprego e aos jovens ainda em fase de formação, uma escolha informada sobre as suas opções de carreira, que se querem sustentáveis e duradouras, aproximando-os das empresas e, por outro, levar às organizações os melhores candidatos disponíveis no mercado. Do lado dos especialistas, há sinais claros de que a recuperação do mercado está em marcha.

É preciso que os candidatos identifiquem as oportunidades e reforcem as suas competências em áreas core das organizações. Também para isso há lugar no Portugal a Recrutar. Através da plataforma online dedicada ao evento – em portugalarecrutar.expressoemprego.pt – candidatos e empresas podem encontrar-se, mas também poderão aceder a um vasto leque de informações relevantes sobre o estado do emprego nacional.

Será também este o palco das primeiras quatro feiras de emprego que marcam o arranque deste programa. Hoje, arranca a primeira Job Fair Portugal a Recrutar. Uma operação de recrutamento genérica, multissectorial, onde empresas de todas as áreas de atividade poderão contratar candidatos de excelência. Na próxima semana, com ínicio a 5 de outubro, é o sector Imobiliário - novamente em crescimento e a recuperar a sua dinâmica - que sobe ao palco das contratações, numa feira de emprego especificamente pensada para identificar talento nas várias áreas que compõem o sector.

Para 12 de outubro está agendada a terceira feira de emprego que marca o arranque da iniciativa, década a uma área emergente do panorama nacional e que tem vindo sucessivamente a colocar Portugal em destaque no panorama internacional: Turismo & Saúde.

A primeira ronda de Job Fairs da iniciativa fecha com aquele que tem sido um dos sectores mais dinâmicos das contratações nacionais nos últimos anos:
IT & Engineering. Para esta área está reservada uma operação de recrutamento com início a 19 de outubro.

Além destas quatro feiras virtuais de emprego, outro se sucederão ao longo do próximo ano, em paralelo com outras iniciativas de debate sobre o estado do emprego nacional.

Para os candidatos a participação é gratuita, mas exige um registo na plataforma do evento cuja meta é ligar o talento nacional às necessidades do mercado. No entanto, se já estiver registado no site Expresso Emprego, basta utilizar os dados de acesso para participar nas quatro feiras de emprego.



OUTRAS NOTÍCIAS

"No mercado de trabalho tem de haver lugar para todos"


Assumiu funções como presidente do IEFP numa altura em que a taxa nacional de desemprego já dava sinais de inversão. Como evoluiu o mercado de trabalho nacional entretanto ...

Desemprego de longa duração na mira da CE

Desemprego de longa duração na mira da CE


A Comissão Europeia (CE) apontou a sua mira ao desemprego de loga duração e propôs aos Estados-membro um conjunto de orientações para melhorar a ajuda prestada...

As melhores organizações para estagiar na Europa

As melhores organizações para estagiar na Europa


Acumen Public Affairs (Bélgica), European Youth Forum (Bélgica), Uniplaces (Portugal), EUK Consulting (Bélgica), British Chamber of Commerce in Belgium (Bélgica) e On Purpo...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal