Notícias

Porto recebe franchising

O franchising vai desafiar a mente empreendedora e a capacidade de iniciativa a Norte do país. A 9.ª edição do “Franchise Show” decorre até amanhã no Porto
03.11.2006


  PARTILHAR



Cátia Mateus
A saturação dos mercados do Centro e Sul do país estão a impulsionar os investimentos no Norte em matéria de «franchising». As cidades de Braga, Viana do Castelo, Porto, Aveiro e Coimbra estão na mira dos «masters» para Portugal de vários conceitos de negócio em busca de um terreno seguro para a sua expansão. Uma conjuntura que faz centrar todas as atenções na 9ª edição do ‘Franchise Show' — que se realiza até domingo na Exponor, no Porto —, que será a maior de sempre naquela região.

Organizado pelo Instituto de Informação em Franchising (IIF), o ‘Franchise Show' apresentará nesta edição, segundo a organização, um número recorde de oportunidades de negócio. Para Eduardo Miranda, presidente do IIF, “a edição 2006 vem confirmar a viragem anunciada em 2005 para esta área e reflecte o aumento da procura, com mais de 6000 visitantes previstos”. De acordo com o responsável, nos cinco mil metros quadrados de área de exposição, estarão representados 43 sectores de actividade e “inúmeros conceitos com enfoque nos serviços de consultoria e auditoria que concentram 27% das oportunidades de negócio, seguidos do comércio especializado, clínicas de estética e saúde, bem como reciclagem de consumíveis, entre muitos outros negócios”.

Eduardo Miranda adianta que “27% dos conceitos presentes neste certame apresentam-se pela primeira vez ao mercado”. Uma estratégia que o responsável garante já ser prática comum para muitas marcas, que aproveitam o evento para se darem a conhecer ao grande público.

Facto a destacar é também a percentagem elevada (58%) de conceitos «made in» Portugal presentes no ‘Franchise Show', deixando para segundo plano a participação espanhola, que nesta edição assegura apenas 15% dos expositores.

Numa altura em que, segundo Eduardo Miranda, “o mercado do «franchising» atinge 9830 unidades/lojas em funcionamento e totalizou, em 2005, um volume de negócios superior a 3,3 milhões de euros”, o mercado da região Norte do país assume particular importância.

De acordo com uma análise efectuada pelo IIF ao potencial da região Norte, o futuro do «franchising» passa por uma aposta em cidades estratégicas aqui localizadas. “Braga é o destino mais atractivo para a expansão dos conceitos na área da moda, comércio especializado e artigos para a casa”, explica Eduardo Miranda. Já o Porto revela-se um mercado com grande potencial na área dos serviços para particulares, enquanto Viana do Castelo assume a liderança no mercado da restauração e alimentação.

Com base na análise do IIF, os mercados do Norte e Centro serão mesmo os mais dinâmicos em matéria de expansão para as marcas já presentes no mercado e para as que agora chegam.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal