Notícias

OLAmobile recruta 30 em Portugal

OLAmobile recruta 30 em Portugal

Tem sede no Luxemburgo, mas é em Portugal que a empresa de mobile marketing criada por Antoine Moreau, a OLAmobile, tem o seu maior escritório. Em Lisboa trabalham 43 elementos. Até ao final deste ano serão 73. O líder quer atrair talento, seja qual for a sua área de formação. 

25.03.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Não é preciso ser altamente especializado em tecnologia ou mobile marketing para ter lugar nesta empresa que quer recrutar mais de 30 novos elementos em Portugal, durante este ano. A filosofia da OLAmobile, a empresa especialista em mobile marketing com sede no Luxemburgo mas que tem em Portugal o seu maior escritório, é de que “tudo se aprende” e o seu diretor executivo (CEO), Antoine Moreau, valoriza a diversidade de perfis na sua equipa. A empresa que lidera emprega a nível global 66 profissionais de 12 nacionalidades, 43 estão em Lisboa. Até ao final do ano, Antoine Moreau, quer ter pelo menos 73 pessoas a trabalhar a partir de Portugal.

"O facto de termos em Portugal o nosso maior escritório é uma decisão estratégica da OLAmobile e uma aposta ganha”, explicou ao Expresso Antoine Moreau. O CEO da empresa argumenta que a decisão de abrir um escritório em Lisboa, pouco tempo depois de criar com a esposa a empresa, em 2011, “foi impulsionada pelo facto de em Portugal existir um ecossistema cada vez mais dinâmico, no que toca ao marketing e publicidade online”. Para além disso, realça, “Portugal tem várias universidades prestigiadas que geram capital humano com excelentes qualificações, com uma postura dinâmica que procura novas oportunidades de crescimento e aprendizagem, e profissionais de outros sectores de atividade com um interesse crescente em entrar no mercado digital. Além de mais, Lisboa é uma cidade cosmopolita e é fácil encontrar colaborados que dominem línguas estrangeiras, o que é crucial para o nosso negócio visto que temos clientes em todos os continentes”. Perfis que estão na mira de Antoine Moreau: “estas pessoas podem trazer-nos novos inputs e abordagens que nos permitam ver de uma outra forma o nosso negócio, gerando valor acrescentado”.

A OLAmobile opera na área de mobile marketing e especializou-se em Aquisição de Clientes e Performance Marketing, nos modelos de negócio de custo por aquisição (CPA) e custo por instalação (CPI), focados na promoção de produtos para dispositivos móveis, com aplicações e serviços de conteúdos de entretenimento para telemóvel. Atualmente, a organização conta com uma rede global de clientes que reúne 600 anunciantes e 27 mil publishers. “O nosso objetivo é apoiar os anunciantes e distribuidores de conteúdos mobile a divulgar os seus produtos e ajudar os publishers (como web sites e app developers) a rentabilizar financeiramente o tráfego gerado nos seus sites e apps mobile”, explica.

Em Lisboa está concentrada a maior parcela de uma equipa multidisciplinar e multicultural: 43 elementos que asseguram os serviços financeiros, vendas e business development, marketing e desenvolvimento de produto, gestão de clientes e gestão de recursos humanos. Na Roménia está instalada a equipa de desenvolvimento de software e suporte às plataformas da empresa e no Luxemburgo, sede da OLAmobile, está a equipa técnica que desenvolve, em parceria com a Universidade do Luxemburgo, um projeto de I&D centrado na otimização dos processos de algoritmia e análise de dados. 

É a equipa portuguesa que deverá este ano ser alvo de maior crescimento. A empresa alcançou em Portugal, no ano passado, o estatuto de PME excelência e tem como meta recrutar 30 novos elementos para o escritório nacional. Seguindo a lógica do seu posicionamento, a diversidade será a palavra de ordem. A empresa está a recrutar em Portugal novos profissionais para a área de Vendas, marketing, Gestão de Clientes e Business Development. Segundo o CEO, a prioridade é atrair “pessoas com perfis lógicos, bom raciocínio numérico e boas skills analíticas”.

Moreau realça que quer consolidar a construção da sua equipa com profissionais focados e com capacidade de aprendizagem rápida e adaptação a um mercado em rápido crescimento, mas também elevadas capacidades de relacionamento interpessoal com a equipa interna e clientes. “Somos uma empresa formadora, visto que há poucos players no mercado, e o que procuramos é talento. Estamos abertos a profissionais de vários backgrounds que queiram aprender e crescer com a OLAmobile de forma proativa”, realça.



OUTRAS NOTÍCIAS
Ocidental lança academia para desenvolver carreiras

Ocidental lança academia para desenvolver carreiras


A Google tem um modelo semelhante, com elevada taxa de sucesso, e o Grupo Ocidental prepara-se agora para lançar uma academia de talento que segundo a diretora de recursos humanos, Mariana Coru...

O seu chefe preocupa-se consigo?

O seu chefe preocupa-se consigo?


Uma das principais razões que leva um profissional a tomar a opção de deixar o seu emprego é a desmotivação gerada pelo facto de não sentir o seu valor...

Techedge Group reforça equipa em Portugal

Techedge Group reforça equipa em Portugal


Em 2016, o Techedge Group que acaba de adquirir a Realtech Portugal à casa-mãe (a Realtech AG), quer ultrapassar a barreira dos €150 milhões de faturação e ser ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants