Notícias

O regresso à agricultura

14.03.2003


  PARTILHAR



Vítor S. Andrade
vandrade@mail.expresso.pt

EM VIAGEM pela região demarcada do Douro, durante o passado fim-de-semana, tomei conhecimento de uma situação algo insólita, ou mesmo rara nos dias que correm. Um produtor de vinho tinha sido confrontado com oferta de mão-de-obra para a exercer qualquer tipo de trabalho que a vinha exigisse.

O que tem acontecido, nos últimos anos, é precisamente o contrário. Ou seja, são os produtores que se vêem aflitos para conseguir pessoal para trabalhar. Parece, portanto, que chegámos a uma situação em que a força das circunstâncias - induzidas por falências de empresas industriais - está a confrontar alguma mão-de-obra indiferenciada com um difícil dilema, especialmente nas zonas rurais: ou essas pessoas se deixam levar pelo desânimo do desemprego, vivendo do subsídio estatal; ou se enchem de coragem e voltam ao trabalho - mas àquele que houver. Neste caso, o regresso à agricultura.


 





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal

BUSINESS ANALYST

Spring Professional Portugal