Notícias

O milagre da prática

São muitos os portugueses que juntam o útil ao agradável e decidem embarcar na aventura de aprender línguas, praticando. As escolas de idiomas e as agências de viagens já descobriram este nicho de mercado
30.06.2006


  PARTILHAR



Fernanda Pedro
Aprender e dominar um ou vários idiomas é hoje uma das prioridades para muitos jovens. É crescente a consciência da importância desta ferramenta quer no meio académico quer num mercado de trabalho cada vez mais global e competitivo. Muitos apostam na aprendizagem dentro de portas, mas há os que optam por trocar Portugal pelo estrangeiro para aprenderem o idioma local. E apesar desta solução não ser acessível a todas as bolsas, o certo é que a procura de formação além-fronteiras tem crescido nos últimos anos, sobretudo em tempo de férias.


São várias as escolas que têm apostado nos cursos de Verão no estrangeiro, sobretudo na área das línguas. Ângela Pereira, gestora de produto da EF - Centros Internacionais de Idiomas, refere que a aprendizagem de uma língua no país de origem é muito mais do que conhecer um novo idioma, «é uma imersão completa na própria cultura, o que ajuda a dominar a língua».

A EF tem cursos durante todo o ano, para as várias idades, mas é essencialmente no período de Verão que estes têm mais procura, especialmente por parte das faixas etárias mais baixas. «São sobretudo jovens entre os 10 e os 25 anos que frequentam os nossos cursos», diz Ângela Pereira. Além dos alunos que se encontram de férias, «temos muitos jovens que terminam o 12º ano e pretendem aperfeiçoar um idioma antes de entrarem no mercado de trabalho, bem como desempregados que procuram enriquecer o seu currículo».

A responsável adianta mesmo que muitos são atraídos pelos estágios que a escola oferece. A procura tem sido crescente e Ângela Pereira revela que, por ano, recebem cerca de 1000 alunos. O destino mais procurado pelos estudantes portugueses é Inglaterra. Marco Pinto Barreiros, responsável pela formação da International House Lisbon, refere que a maioria dos alunos da escola escolhem o Reino Unido para os cursos de Verão.

O responsável reconhece que o mercado português é conservador, mas actualmente é cada vez maior a adesão a estes programas. «É do conhecimento geral que a aprendizagem de uma língua no país de origem é mais eficiente. Além disso, têm a oportunidade de se relacionar com outras pessoas de outros países», explica. Foi com este espírito de intercâmbio cultural que surgiu a AFS - Intercultura Portugal. Segundo André Oliveira, assistente de programas da AFS, a própria integração num país estrangeiro e a troca de experiências com outros alunos de outros países resulta numa «aprendizagem enriquecedora para qualquer jovem».

Apesar da associação proporcionar cursos durante todo o ano, é no Verão que funcionam mais os cursos de curta duração. Na AFS, o destino mais procurado são os Estados Unidos da América. Os cursos de Verão para todas estas escolas têm em geral uma duração de duas semanas e rondam os 1500 euros, que incluem o curso, a estada e as refeições. Verificando que existia procura para este segmento de mercado, as agências de viagens aderiram também aos cursos de línguas no estrangeiro.

O Ciling - Centro Internacional de Línguas, que pertence à agência de viagens Transalpino, há mais de 10 anos que oferece este programa. Rita Delgado, responsável pelos cursos da Ciling, revela que só em 2005 frequentaram os cursos de Verão mais de 280 alunos. O perfil dos alunos e as razões que os levam a estudar além-fronteiras já foram referidas. Diz-nos Rita Delgado: «Para os jovens que frequentam um curso fora do seu país, estas experiências são quase sempre inesquecíveis. Além da formação que recebem, conseguem fazer umas férias diferentes das habituais».

Também a agência de viagens Abreu aderiu a este serviço através da Abreu Jovem. «Os próprios pais procuravam este serviço. Eles são os principais entusiastas destes programas», explica Marco António, responsável pela comunicação das viagens Abreu. «Descobrimos que era uma área a explorar e, quando fomos contactados pela Education Search para uma parceria, considerámos que seria uma conjugação perfeita», esclarece.

A caminho do estrangeiro

São muitas as escolas e associações que promovem cursos de línguas intensivos no estrangeiro. Não sendo possível apresentar uma lista exaustiva de todas, eis alguns sítios onde é possível encontrar oferta nesta área:

1. www.intercultura-afs.pt
2. www.jovem.abreu.pt
3. www.viagenstagus.pt
4. www.ef.com
5. www.ihlisbon.com
6. www.diplomatatours.pt
7. www.seelearningcenter.pt
8. www.ciling.pt





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ASSISTANT STORE MANAGER ALBUFEIRA

Michael Page Portugal

Eng. Eletrotécnico

GPFA-Projeto e Coordenação, Lda