Notícias

O Alentejo ainda vale a pena

27.06.2003


  PARTILHAR




Vítor Andrade
vandrade@mail.expresso.pt

QUANDO se chega à situação de o principal empregador de uma determinada região ser a câmara municipal, algo está profundamente errado na organização do sistema de trabalho nesse mesmo local.

Infelizmente, no nosso vasto e abandonado Alentejo esta é uma situação que começa a generalizar-se. As empresas transformadoras não se estão lá a instalar, as poucas que ainda existem vão sobrevivendo com algumas dificuldades e a agricultura - que durante muitas décadas foi o grande motor da economia local - está a ser abandonada, ou então vai alienando campos a alguns empreendimentos turísticos (muitos de importância questionável).

O efeito "Alqueva" ainda não se está a fazer sentir e começam a ser penosas as consequências da desertificação. Milagres não existem, é certo, mas impõe-se uma mobilização colectiva urgente, que acuda a toda aquela região. Porque o Alentejo merece.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


CANDIDATURAS AO CARGO DE REITOR

UAlg – Universidade do Algarve

DIRETOR DE OBRA

Companhia das Obras

Responsável da Qualidade

GAC – Ingredientes & Produtos Alimentares, Lda.