Notícias

Norauto recruta trabalhadores

21.07.2006


  PARTILHAR



Maribela Freitas
A Norauto Portugal, empresa especializada em serviços auto, vai contratar 45 trabalhadores até ao final do ano. Esta campanha de recrutamento vai abranger diversas funções, desde responsáveis de oficina até técnicos de montagem.

Presente em Portugal desde 1996, a empresa conta com seis centros-auto, constituídos por uma loja de produtos e equipamentos para automóvel e por uma oficina anexa. Em plena expansão, a Norauto prepara-se agora para abrir mais dois centros-auto, um em Coimbra e outro em Braga. Para suprir as suas necessidades laborais, já contratou 36 trabalhadores este ano e prepara-se para admitir mais 45 até Dezembro, que serão integrados nas novas unidades e nos centros já existentes, de acordo com as necessidades evidenciadas.

Segundo Fernanda Correia, directora de recursos humanos da Norauto, o recrutamento incidirá sobre as funções de chefias: directores de centro, responsáveis de oficina, vendas, recepção, gestão e aprovisionamento. «Para estas funções pede-se formação de nível superior ou de áreas técnicas», refere a responsável. Vão ser também contratados vendedores, recepcionistas e, para as oficinas, técnicos de montagem e electricistas. «Nestes casos pede-se conhecimentos técnicos e experiência de trabalho», acrescenta Fernanda Correia.

Quanto ao perfil do trabalhador, a Norauto pretende profissionais orientados para o cliente. «Queremos ser a primeira escolha do automobilista», refere a responsável de recursos humanos. Na sua gestão de recursos humanos, a Norauto aposta na progressão de carreira e na formação dos seus colaboradores. «A nossa empresa privilegia a promoção interna e dá ênfase à progressão dos seus colaboradores, desenvolvendo as suas competências em diferentes áreas», salienta.

Quanto à formação, é comum proceder-se ao levantamento das necessidades nesta área, recorrendo a formadores internos e externos. É que a formação dos colaboradores é bastante importante para esta empresa, na medida em que garante um melhor nível de profissionalismo aos funcionários. Para o futuro, a Norauto vai continuar a admitir trabalhadores. «Com o plano de expansão que traçámos em que estabelecemos a criação de 20 centros-auto até 2010, decerto que vamos ter novas campanhas de recrutamento», conta Fernanda Correia.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa