Notícias

Marketing de palmo e meio

21.11.2003


  PARTILHAR





Diogo Archer

A Zero a Oito resolveu colocar as crianças
no centro do seu 'corre business'. Um negócio
em crescimento


QUANDO Maria Morais Leitão se formou em Biologia na Faculdade de Ciências de Lisboa nunca imaginou ligar-se ao mundo do marketing. "Sabia medir e distinguir peixes, mas de marketing pouco ou nada sabia", conta.

Foi através de um convite feito pela TVI para se ocupar da exploração da marca "Batatoon" que a empresária resolveu abrir a sua agência "Zero a Oito". O investimento na área do marketing infantil apenas surgiu após uma cuidadosa análise do mercado. De acordo com a directora da agência, o segmento encontrava-se "pouco explorado e com grande potencial de crescimento", abrindo boas perspectivas de negócio.

Segundo Maria Morais Leitão, a alteração das estruturas actuais da família, nomeadamente a importância crescente das crianças no seu seio tem tido repercussões no mercado infantil. Existe hoje uma aposta por parte dos clientes da "Zero a Oito" em "falar com os pais através das crianças", fazendo delas interlocutoras para fazer passar a mensagem publicitária.

Esta aposta na mobilização das crianças é mais significativa nas publicações infantis da agência, dada a "falta de preparação académica dos adultos e consequente dificuldade de percepção do que lêem".

A sua empresa efectua serviços de marketing dirigidos às crianças. "Fazemos a diferença pela qualidade dos produtos oferecidos e introduzindo sempre que possível uma vertente educacional e pedagógica: se assim não fosse as crianças pura e simplesmente não lhes prestariam atenção, seria apenas mais um", explica a empresária.

Faceta determinante da empresa é a composição original da sua task-force: 10 mulheres, provenientes de diversos ramos de actividade, incluindo comerciais, especialistas de marketing, professoras e educadoras de infância. O objectivo desta combinação foi criar uma complementaridade de conhecimentos sobre o seu público alvo, nomeadamente as crianças.

Igualmente relevante é a política da empresa no que diz respeito aos seus colaboradores, fazendo-os sentir como parte da empresa em que trabalham e apoiando-os na saúde dos seus filhos, já que a sua maioria são mães.

Noutro plano, Maria Morais Leitão salienta a importância do espírito empreendedor no início e crescimento da "Zero a Oito", que a levou a organizar, por exemplo, a produção do maior salame do mundo. Oficializado pelo "Guinness Book Of Records" ocorreu num evento comemorativo dos 75 anos das margarinas Vaqueiro.

Lançar o projecto

Foi com um MBA tirado na Universidade Nova de Lisboa que a bióloga teve as suas primeiras lições sobre a matéria que actualmente ocupa a sua vida: o marketing. A experiência prática adquiriu-a após uma carreira de oito anos na multinacional Lever, onde permaneceu até o nascimento do segundo filho. Como refere a responsável,"o passo seguinte no meu percurso profissional seria a liderança de um projecto próprio", que teve início com o convite da TVI.

Presentemente as actividades da agência encontram-se divididas entre a produção de revistas infantis e a realização de eventos, encontrando-se entre os seus maiores clientes o grupo Sonae, a TVI com o merchandising da marca "Batatoon", a Pescanova, a Lever-Iglo e a Nestlé.Os bons resultados conseguidos nestes cinco anos de vida têm justificando a sua permanência no segmento, mesmo com a crise do mercado publicitário.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS



ÚLTIMAS FORMAÇÕES


MMOG/LE V 5

RH OPCO Academia