Notícias

Investigadores com novas regras de recrutamento

Investigadores com novas regras de recrutamento

A secretária de Estado da Ciência, Leonor Parreira, anunciou alterações ao sistema de recrutamento de investigadores doutorados em Portugal. A ideia é criar todas as condições para que os melhores não abandonem o país.
12.01.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O recrutamento de investigadores doutorados vai passar a ser feito por competição nacional que não será exclusiva a cientistas portugueses. O anúncio foi feito por Leonor Parreira, a secretária de Estado da Ciência que reforçou a missão do Governo em não deixar escapar do país os melhores investigadores adiantando, contudo, que a esta competição nacional poderão concorrer investigadores nacionais e estrangeiros. E as alterações não se ficam por aqui. Filtrar e reter os melhores é uma das missões do atual Executivo com as alterações que pretende implementar no sistema de recrutamento de investigadores doutorados. O processo passa a ser feito por concurso nacional e permitirá aos selecionados escolher a instituição onde querem trabalhar. Para Leonor Parreira, o objetivo é “criar as condições necessárias para que os melhores investigadores não saiam do país, porque é neles que reside a solução da própria situação económica que atravessamos, mas também atrair investigadores de grande qualidade”. A secretária de Estado da Ciência e Tecnologia não tem dúvidas de que o caminho para a concretização deste objetivo passa pela excelência. “Em termos de constrangimento e de penúria, a escolha é simples: investir nos melhores”, relembrou Leonor Parreira, adiantando que “o caminho que queremos traçar é exclusivamente dirigido para a excelência”. Garantindo que também o acesso aos fundos existentes será mais exigente, a secretária de Estado acrescentou que “o que é normal em ciência é que a competição seja aberta e que os fundos sejam alocados ao que de melhor há”, razão pela qual o recrutamento de investigadores de alto nível passará a ser concretizado por concurso geral, com foco no individuo, como de resto consta nas recomendações da União Europeia e do European Research Council. A seleção dos profissionais terá uma exigência acrescida e será muito rigorosa mas, garante Leonor parreira, “o investigador terá a liberdade de escolher para onde quer ir e as melhores instituições saberão encontrar maneira de captar os selecionados e estes poderão optar por instituições que lhes ofereçam as melhores condições”. A competição não preocupa a secretária de Estado que é também investigadora. Para Leonor Parreira, “os bons cientistas estão habituados a competir e ciência é dos poucos sectores de atividade onde a competição tem regras muito claras e é escrutinada pelos próprios pares”. Novas regras numa altura em que a carreira de investigação já estava no centro das atenções, com a Associação de Bolseiros de Investigação Científica (ABIC) a anunciar a intenção de entregar na Assembleia da República uma petição com vista à alteração do estatuto de bolseiro de investigação. Em causa está a revisão de uma condição profissional que, de acordo com os mais de quatro mil subscritores do documento, tem vindo a assumir uma precariedade cada vez maior. Desde 2007 que a associação tem vindo a reivindicar um estatuto que reconheça e valorize o trabalho dos investigadores bolseiros enquanto profissionais. Para a ABIC, um dos principais problemas do atual estatuto é a ausência de proteção social adequada aos bolseiros.


OUTRAS NOTÍCIAS
Luanda recebe formação

Luanda recebe formação


A empresa de formação Vantagem+ vai partilhar com os profissionais angolanos os seus conhecimentos nas áreas da logística, recursos humanos, marketing gestão e qualidade. A empresa vai lançar já em fe...

Consultoria gratuita ajuda profissionais a encontrar emprego

Consultoria gratuita ajuda profissionais a encontrar emprego


Portugal tem talento e a Stanton Chase International sabe-o bem. A empresa, especialista em talent manager e executive search, concebeu um programa de consultoria gratuito pensado para apoiar os portu...

Trofa Saúde gera 600 novos empregos a Norte do país

Trofa Saúde gera 600 novos empregos a Norte do país


A partir de segunda-feira, 600 profissionais iniciam a sua atividade na unidade hospitalar de Alfena, do Grupo Trofa Saúde. Na concretização deste projeto, o grupo que já detém no Norte do país os hos...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal