Notícias

Inovar a brincar

Um jovem empreendedor de 23 anos resolveu lançar uma empresa que se dedica à concepção e comercialização de brinquedos científicos. Um nicho de mercado com grande potencial de crescimento
08.01.2009


  PARTILHAR



Marisa Antunes

Aprender a brincar é uma premissa que faz parte há muito das boas regras de pedagogia infantil, por isso é surpreendente, pela negativa, que em Portugal, exista ainda uma oferta reduzida de brinquedos científicos, que estimulem as crianças para a ciência. Para aproveitar esta janela de oportunidade, o jovem empreendedor Miguel Pina resolveu transformar o seu projecto académico de final de curso numa empresa, que apesar dos seus três meses de existência já passou pela difícil prova do Natal, com bons resultados: a Science4you, assim se chama a empresa, escoou completamente o «stock», colocado à venda nas lojas da FNAC e do El Corte Inglés.

O mercado de brinquedos científicos e pedagógicos está, há muito, em franca expansão em países desenvolvidos, onde existem lojas especializadas na venda destes jogos, que chegam ainda a ocupar, como realça Miguel Pina, nunca menos de “um terço de grandes espaços do tipo do Toys R‘Us, por exemplo”.

Mas em Portugal, o cenário é outro. “Estamos ainda muito atrasados para algo que é fundamental no desenvolvimento das crianças. As ciências experimentais são essenciais no dia-a-dia e nós, através destes brinquedos, conseguimos fazer essa ligação”, acrescenta.

Tudo começou quando o projecto final do curso de Finanças do ISCTE (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa) evoluiu para uma parceria com a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova. Elaborado o plano de negócios, seguiu-se a fase do investimento, conseguido através do programa Finicia, do IAPMEI e do Inov Capital. A empresa nasceu formalmente em Fevereiro de 2008, mas só há três meses concretizou todo o processo de montagem, embalagem, distribuição e venda dos brinquedos.

Actualmente, a Science4you disponibiliza cinco tipos de brinquedos, com valores que vão dos 13,5 aos 29,90 euros. Entre as opções estão, por exemplo, os primeiros passos na Ciência, que abrange pequenas experiências que vão da física à biologia, passando pelo «kit» de Química, até a brinquedos que testam a energia eólica e a que vem do sol (como um carro que deve ser montado com painel solar).

Combinando o conhecimento científico com o lazer, estes brinquedos associaram-se ainda ao Museu de Ciência da Universidade de Lisboa e ao Pavilhão do Conhecimento, sendo disponibilizados em cada jogo bilhetes de entrada para ver as exposições patentes no pavilhão. Curiosamente, no arranque do projecto, a Science4you teve dificuldades para conseguir em Portugal uma empresa que produzisse as peças dos "kits". "De facto não houve interesse por parte da indústria portuguesa. Nem sequer chegámos à fase de pedir orçamentos. Acabámos por encontrar fornecedores do outro lado do mundo que se interessaram imediatamente através de um simples e-mail e nos apresentaram preços bastante competitivos", lembra Miguel Pina.

E assim foi. Com o "know-how" português, as peças produzidas na Alemanha e em Taiwan e com as embalagens e a arte gráfica feita em Portugal materializou-se o projecto que conta um total de 15 promotores. Para além do cargo de administrador-executivo ocupado por Miguel Pina, fazem ainda parte da administração quatro antigos colegas do ISCTE que também participaram no trabalho de curso e dois professores deste instituto, Paulo Esperança e Pedro Inácio.

Combinando o conhecimento científico com o lazer, estes brinquedos associaram-se ainda ao Museu de Ciência da Universidade de Lisboa e ao Pavilhão do Conhecimento, sendo oferecidos em cada jogo bilhetes de entrada para ver as exposições patentes no pavilhão. Para 2009, a Science4you tem já uma série de projectos em carteira: quer estender-se para Espanha e tem firmadas parcerias com o Visionarium e a Fábrica da Ciência, em Aveiro, e ainda com o Exploratório Infante D.Henrique, em Coimbra.

BI Empresarial

Nome: Science4you
Fundador: Miguel Pina
Sede: Lisboa
Área de Actividade: Brinquedos científicos
Investimento inicial: 55 mil euros
Início de actividade: Fevereiro de 2008
Empregos gerados: Um
Email: info@science4you.pt
Site: www.science4you.pt





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa