Notícias

Grupo CH recruta estagiários

Grupo CH recruta estagiários

A Melhor Empresa para Trabalhar, eleita este ano no ranking da revista Exame”, está à procura de novos talentos para integrarem em regime de estágio profissional a sua equipa. O Grupo CH colocou em marcha o programa “Be a Monster”. A empresa selecionará 250 candidatos para disputarem as várias fases da competição e no final, apenas os melhores 15 conseguirão garantiram um estágio na organização.
08.03.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Reclamam para si o título de empresa mais feliz do mundo, mas a boa disposição e a informalidade do ambiente laboral não são os únicos pontos fortes que conduziram este ano o Grupo CH à liderança do ranking das Melhores Empresas para Trabalhar, da revista Exame. A consultora sedeada em Coimbra destaca-se pela excelência das suas práticas de gestão de ativos humanos ao ponto de arrecadar também, além do galardão de melhor empresa para trabalhar, uma distinção como organização que melhor promove o balanço entre o trabalho e a vida pessoal. Uma distinção que não é fácil de alcançar, numa área onde pela natureza do trabalho de consultoria, há picos de trabalho particularmente intensos. Apesar disso, a consultora sagrou-se vencedora nacional das empresas onde todos gostariam de trabalhar e para o comemorar tem em marcha uma competição que visa abrir as portas da CH a jovens estagiários. O programa “Be a Monster” quer filtrar os 15 melhores talentos entre os 250 selecionados para disputar as várias fases da competição. O prémio é, segundo Eva Matos, partner da CH, “a possibilidade de conhecer por dentro a melhor empresa para trabalhar, num estágio profissional remunerado com duração de nove meses”. Com as candidaturas a abertas desde 1 de março e a decorrerem até 17 deste mês o programa, que Eva Matos apresenta como “um processo de incubação de monstros” – designação utilizada na empresa para distinguir o talento e a excelência, no sentido da sua grandiosidade - registou logo no primeiro dia 500 candidaturas através do site www.beamonster.pt, excedendo atualmente as largas centenas de candidatos que competem por um estágio na organização. A partner da consultora enfatiza o elevado nivel de criatividade das candidaturas rececionadas, “sinal de que os candidatos conhecem e se identificam com a empresa e o seu ADN”. Cada uma das candidaturas rececionadas pela consultora será alvo de uma triagem rigorosa de modo a selecionar, os melhores entre os melhores. Uma vez selecionados os 250 talentos que integrarão a fase de arranque do “Be a Monster”, o grupo dará início às seis etapas, altamente competitivas, do programa. Após as candidaturas e a triagem de talentos, “os 250 jovens que forem selecionados participarão no desafio Finding your Edge, envolvendo-se num conjunto de atividades que permitirão selecionar 120 candidatos para passar à fase seguinte”, explica Eva Matos. Esses 120 candidatos passarão por um mês de formação intensiva - “Learning to be a Monster” - no Porto, em Lisboa e em Coimbra, que visa “o desenvolvimento das basic skills”, explica a partner. Nesta fase, os formandos terão direito a subsídio de açimentação e seguro e “uma vez finalizada esta formação, aos participantes será atribuído um certificado”, explica Eva Matos. Ao “Final Match” chegarão apenas 40 jovens que serão postos à prova durante 48 horas intensivas. Destes, apenas 15 conseguirão garantir o passaporte para a fase de estágio “Like a Monster”, onde durante nove meses trabalharão lado a lado com os profissionais do grupo, num estágio remunerado que não fecha as portas a eventuais possibilidades de integração futura na empresa. Para Eva Matos, “esta iniciativa é um exemplo positivo que pretende proporcionar um estágio profissional de grande valorização e enriquecimento pessoal e profissional”. Segundo a especialista, “os jovens que participarem neste processo de triagem, rigoroso e exaustivo, ganharão também competências para enfrentar os processos de recrutamento que venham a disputar no futuro para conquistar um emprego no competitivo mundo profissional”. Para integrar este programa o Grupo CH procura jovens recém-qualificados (com licenciatura ou mestrado), após 2011, nas áreas da gestão e similares, psicologia, marketing, comunicação, engenharia mecânica ou qualidade. Os candidatos terão ainda de estar inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), em condições de realizar estágio profissional, dominar informática na ótica do utilizador, serem fluentes em inglês, terem capacidade para trabalhar em equipa, sob pressão, de forma criativa e empreendedora e com elevado sentido de responsabilidade e organização. Em paralelo com tudo isto, a empresa estará de olho nos candidatos que se destaquem pelo talento, criatividade e capacidade de integração na forma de estar na empresa, em permanente festa e celebração. Até porque como refere o seu fundador, António Henriques, “quem não gosta de festas até pode trabalhar cá, mas nunca chegará a partner da empresa”.


OUTRAS NOTÍCIAS
Nações Unidas procuram especialistas

Nações Unidas procuram especialistas


As Nações Unidas têm em curso um programa de recrutamento que visa trair para os vários departamentos da organização especialistas em várias áreas. O concurso internacional está a decorrer até 25 de m...

Três dias para pensar o futuro

Três dias para pensar o futuro


Arranca na próxima semana a edição 2013 da Futurália, o salão nacional da oferta educativa, formação e emprego, este ano sob o lema “uma feira para todos”. De 13 a 16 de março, na Feira Internacional ...

Gestão da mudança na Expo RH

Gestão da mudança na Expo RH


Portugal vive momentos de intenso desafio no que diz respeito à gestão de pessoas e ao recrutamento. Consciente de que atualmente cada gestor tem de possuir as qualificações, conhecimentos e competênc...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Diretor-Geral

FAROL ATT - Associação de Tratamento das Toxicodependências