Notícias

Gestores estão mais otimistas

Gestores estão mais otimistas

Crescimento, internacionalização e diversificação são as grandes apostas dos CEO portugueses para este ano. Segundo a edição 2014 do relatório da empresa de executive search Stanton Chase, CEO Survey, os gestores portugueses estão mais otimistas e prevêm um crescimento moderado dos seus negócios que terá reflexos nas contratações.

02.05.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os executivos portugueses estão mais otimistas em relação à evolução da economia. Cerca de 71% dos líderes empresariais que participaram no CEO Survey 2014, da Stanton Chase, apostam no crescimento moderado da economia para este ano. Em 2013, a percentagem de “otimistas” não excedia os 28%.

Entre os factores que ainda estão a criar obstáculos à evolução da favorável das empresas nacionais estão a falta de orientação estratégica consistente no país, apontada por 60% dos líderes, a justiça lente e ineficaz (51%) e as políticas fiscais e burocracias desadequadas às necessidades das empresas (44%). Ainda assim, segundo o estudo, os CEO nacionais destacam aspetos positivos na evolução de alguns área de atividade no último ano, sobretudo no que diz respeito ao aumento da sua capacidade competitiva face ao estrangeiro.

Sectores como o Turismo e Hotelaria, as Telecomunicações/ Tecnologias de Informação e a Agricultura/ Agroalimentar, são apontados pelos líderes empresariais nacionais como exemplos de crescimento da capacidade competitiva nacional face aos mercados globais. Segundo as conclusões do inquérito, “relativamente às principais linhas de orientação do negócio para 2014, o tom das empresas é positivo e ambicioso: 36% mencionam estratégias de crescimento, 34% de internacionalização e também 34% de diversificação”.

Objetivo de líderança: resultados
As competências dos gestores portugueses também mereceram a análise da consultora nesta edição do CEO Survey. Considerando o mercado em que se insere a respetiva empresa, os CEO’s foram questionados sobre quais os factores e competências mais valorizados na seleção de líderes executivos. A orientação para resultados foi apontada por 51% dos inquiridos como um factor chave, logo seguida pela focalização nos clientes (51%) e pela visão estratégica do negócio (43%).

Em matéria de dificuldades na gestão de colaboradores, os CEO’s nacionais apontam as questões ligadas à flexibilidade, adaptabilidade, criatividade e inovação (todas com 36% das respostas) e o foco em resultados (33%), como os principais problemas que encontram nas suas equipas. De acordo com o estudo, os líderes empresariais tendem a sentir-se mais realizados profissionalmente com os resultados que alcançam (72%) e não tanto com as questões salariais que só foram apontadas como determinantes por 14% dos inquiridos.

O estudo procurou ainda avaliar a visão dos gestores sobre Portugal enquanto país para trabalhar, comparativamente a outras geografias. Cerca de 47% dos líderes empresariais classificaram como “bom” ou “excelente” trabalhar em Portugal e 38% atribuiram uma classificação de “razoável”. Entre os principais factores de atratividade do país para os profissionais estão a qualidade de vida (585), o nível de segurança do país (42%) e a cultura de hospitalidade do povo (35%).



OUTRAS NOTÍCIAS
CINEL integra plataforma mundial

CINEL integra plataforma mundial


O Centro de Formação Profissional da Indústria Eletrónica, Energia, Telecomunicações e Tecnologias de Informação (CINEL) vai passar a gerir data...

'Cura' para o desemprego

'Cura' para o desemprego


Foi  durante muitos anos apontada como uma profissão de pleno emprego, mas com a atual conjuntura a realidade mudou para os licenciados em Ciências Farmacêuticas. Um estudo con...

Rumos promove emprego nas TI

Rumos promove emprego nas TI


A unidade de Human Resources Outsourcing (HRO) da Rumos IT Services acaba de lançar um novo portal de emprego com o propósito de divulgar as principais oportunidades de trabalho na &aacu...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA