Notícias

Gestão dos meios de produção é melhor nas PME

21.05.2004


  PARTILHAR




Ruben Eiras

AS PEQUENAS empresas são as que melhor gerem e rentabilizam os seus meios de produção. De acordo com a análise de Eugénio Rosa, economista, baseada em dados do "Sistema de Contas Integradas das Empresas 1999-2000" publicado pelo INE, a produtividade do capital fixo (a medida da contribuição produtiva do factor capital utilizado pela empresa) é mais elevada nas empresas com menor dimensão, ou seja, entre 20 a 99 trabalhadores.

Segundo aquele documento, as pequenas empresas obtiveram, em média, 36 cêntimos de valor acrescentado bruto (VAB) por cada euro investido em capital fixo, enquanto os negócios com uma força de 100 ou mais empregados geraram apenas 23 cêntimos de VAB.

De acordo com a definição do INE, a produtividade do equipamento depende não só da utilização mais ou menos intensiva do equipamento, "mas também do grau de modernização e automatização da empresa".

A mesma publicação revela que a produtividade do capital nos sectores têxtil, calçado e construção, "considerados como sendo pouco competitivos", sublinha Eugénio Rosa, é superior, por exemplo, à das indústrias extractivas, à indústria de pasta de Papel e Cartão e da Borracha e Materiais Plásticos.

Para aquele economista, estas diferenças de graus de produtividade de capital não se explicam penas pelas características económicas, sociais e produtivas próprias de cada sector.

"Esta situação não só revela problemas e deficiências graves a nível de gestão e do planeamento da produção, mas também a não realização de muitos investimentos, a sua falta de rentabilização e provavelmente a inexistência de mercado suficiente que possibilitasse a sua utilização plena"
, remata.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA