Notícias

Gerir RH com talento

Profissionais distinguem a excelência na gestão de recursos humanos
15.04.2005


  PARTILHAR




Fernanda Pedro

A RECURSOS Humanos Magazine e a Select/Vedior distinguiram o mérito de pessoas singulares e colectivas com contributos efectivos no desenvolvimento da gestão de recursos humanos em Portugal. O prémio RH 2005 (a primeira edição da iniciativa) atribuiu distinções em cinco categorias: revelação, investigação, carreira, excelência e gestor do ano.

Rui Fiolhais, actual chefe de gabinete do ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José António Vieira da Silva, ganhou o prémio Revelação. Este galardão visa homenagear pessoas que desenvolvam a sua actividade na área da gestão de recursos humanos há menos de três anos, com provas dadas no exercício das suas funções.

Rui Fiolhais é licenciado em Direito e mestre em gestão de recursos humanos. Desenvolveu a sua carreira na administração pública e integra no currículo cargos como o de director de serviços de estudos do trabalho e concertação social, chefe de gabinete do secretário de Estado das Obras Públicas e do secretário de Estado da Segurança Social ou coordenador-adjunto do Plano Nacional de Emprego. Mas o grande desafio que se colocou a este profissional de RH foi reformular organicamente a actual Direcção-Geral de Estudos, Estatística e Planeamento (DGEEP). Na opinião de Rui Fiolhais, o prémio veio demonstrar que « é possível aplicar uma estratégia de gestão de recursos humanos na administração pública».

O prémio RH Investigação - que distingue as pessoas individuais e colectivas que mais tenham contribuído para o avanço técnico e científico da gestão de recursos humanos, através do desenvolvimento de estudos e trabalhos de investigação - foi atribuído a Rita Campos e Cunha.

O prémio Carreira será concedido anualmente a uma pessoa que na sequência da sua actividade tenha protagonizado uma intervenção particularmente relevante e inovadora no desenvolvimento da gestão de pessoas. Este ano foi atribuído a José Bancaleiro, director de RH da OPCA. Este profissional, de 46 anos, começou a sua carreira como operário da Tabaqueira e chegou a director de RH da empresa. Licenciado em Direito e com um MBA em gestão de RH, foi juiz no Tribunal de Almada. Para José Bancaleiro, o prémio simboliza o início de um percurso. «Com 46 anos, penso que este galardão é apenas o começo para uma longa carreira», salientou.

O prémio RH Excelência, que reconhece a qualidade das políticas de gestão adoptadas, o seu impacto positivo no clima interno e na responsabilidade social da organização, foi entregue à empresa DHL.

Manuel Carvalho, director de RH do Grupo Accor (marcas Sofitel, Mercure, Novotel e Ibis) arrecadou o prémio Gestor do Ano.
Além dos galardões, foram distribuídas menções honrosas: a Glória Rebelo e Maria do Rosário Cabrita, na categoria de investigação e a Carlos Pereira, na categoria de revelação.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA