Notícias

Formar para a iniciativa

27.08.2004


  PARTILHAR





Cátia Mateus

A ASSOCIAÇÃO Nacional de Jovens Empresários (ANJE) lança mais uma "semente" na sua batalha pelo fomento à iniciativa empresarial. Depois de uma reestruturação do portefólio de cursos que tem disponíveis, a associação prepara-se para colocar no mercado a primeira edição do "Programa Avançado em Empreendedorismo, Criação de Empresas & Desenvolvimento de Negócios" (PAECE). A meta é não só promover a criação do próprio emprego mas também, fomentar uma atitude empreendedora entre os trabalhadores por conta de outrem.


Transformar uma ideia na criação de um plano de negócios que possibilite a criação de estrutura empresarial é o primeiro objectivo do novo curso. Mas as suas ambições formativas são mais vastas.

O PAECE foi também criado a pensar nos empreendedores que, tendo já uma empresa, pretendam expandir o seu negócio, apostar na internacionalização, introduzir um novo serviço ou produto no mercado. Mas não ficam de fora os trabalhadores por conta de outrem que pretendam aumentar a eficácia do seu desempenho profissional.

Para Carlos Freitas, director de Formação e Ensino da ANJE, "este curso marca uma inversão daquilo que até agora se conhece ao nível da formação para empreendedores". O responsável explica que "a filosofia que preside ao PAECE é uma conceito de empreendedorismo que vai além da criação de empresas e abarca os valores da iniciativa, a mentalidade e postura empreendedoras".

Com esta iniciativa, a ANJE quer levar os formandos a testar o seu potencial empreendedor, apoiando-os no desenvolvimento das suas competências de liderança. Trata-se pois de "apresentar o empreendedorismo como um valor que deve ser cultivado por todos e não apenas pela comunidade empresarial".

A proposta é que em 200 horas de formação (que decorrerão entre 13 de Setembro e 10 de Dezembro), o empreendedor adquira as competências necessárias para liderar projectos, seja por conta própria ou integrados numa organização. Todavia, a ANJE elenca também como objectivos desta iniciativa a "fomento dos factores inovação, abertura à mudança e apetência ao risco como essenciais ao perfil dos quadros de qualquer empresa".

O curso está apenas acessível a formandos que exerçam actividade profissional, detenham grau académico superior ou currículo profissional relevante. No seu programa figuram temas como: Empreendedorismo & Desenvolvimento de Negócios; Estratégia Empresarial e Marketing; Gestão da Inovação ou Internacionalização de Negócios. As candidaturas decorrem até 3 de Setembro e o processo de selecção filtrará os melhores empreendedores.






DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal