Notícias

Formação inovadora no comércio

17.06.2005


  PARTILHAR




Cátia Mateus

NA ALTURA em que foi criada, a Escola de Comércio de Lisboa inovou por ter sido a primeira na sua área de actuação: o comércio e serviços. Hoje, esta escola profissional volta a marcar pontos pelas metodologias activas de formação que adopta. Para garantir uma aprendizagem actualizada e motivada, a instituição criou nas suas instalações três lojas pedagógicas que funcionam como empresas de treino para os seus cerca de 300 alunos.

A primeira loja a ser criada foi a papelaria pedagógica. Hoje, além desta «empresa estudantil», existem também a papelaria virtual e a loja alimentar pedagógica. Paula Fernandes, formadora da Escola de Comércio de Lisboa, explica que «a metodologia pedagógica da escola assenta em modelos activos e inovadores e estes projectos foram pensados com esse objectivo». A formadora acrescenta que a escola profissional, com equivalência ao 12.º ano, tem uma oferta de cinco cursos: vitrinismo, informática de gestão, técnico de vendas, comércio e marketing.

As lojas pedagógicas permitem, segundo a formadora, aplicar os conhecimentos decorrentes destes cursos. Segundo Paula Fernandes, «a gestão destas lojas é um trabalho conjunto dos estudantes. Tudo é pensado aqui, desde as montras ao marketing e gestão». Nestes simuladores de espaços comerciais, os alunos entram em contacto directo com o mercado de trabalho muito antes de acabarem a sua formação.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS



ÚLTIMAS FORMAÇÕES


MMOG/LE V 5

RH OPCO Academia