Notícias

Évora cidade de iniciativa

A Feira do Empreendedor está de regresso à planície alentejana com o objectivo de dinamizar a região
17.06.2005


  PARTILHAR




Cátia Mateus

DURANTE os próximos 15 dias, a iniciativa empresarial e a promoção do empreendedorismo sustentado na qualidade e inovação vão estar em foco na cidade de Évora.

O núcleo do Alentejo da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) promove, no Rossio de São Brás, a 4.ª edição da Feira do Empreendedor – Évora. O certame é organizado em parceria com a autarquia local e está inserido nas comemorações do Ano Português do Empreendedorismo, que este ano decorre.

Já soma quatro edições e serve de montra para a dinamização das «marcas» características da planície alentejana. Este ano, a Feira do Empreendedor de Évora tem algumas novidades face aos anos anteriores. Segundo Rafael Alves Rocha, assessor de imprensa da ANJE, «nas edições anteriores a feira tinha um carácter comercial mais acentuado. Em 2005, o certame apresenta-se mais vocacionado para a promoção do empreendedorismo, realçando a importância da inovação, qualidade e marca enquanto factores competitivos».

Nesta lógica, além dos «stands» expositores de negócios ou de instituições de apoio ao empresariado, a iniciativa prevê a realização de reuniões, conferências e «workshops» com o intuito de analisar e debater questões relacionadas com o empreendedorismo. Numa área de 9500 m2, o salão das oportunidades contará com 250 «stands» (representativos dos mais diversos sectores de actividade) e uma vasta área dedicada ao lazer e à gastronomia regional.

De acordo com o mesmo assessor da ANJE, «o objectivo principal do evento é dinamizar o tecido económico da região, proporcionando aos vários agentes a oportunidade de divulgar e comercializar os seus produtos e serviços».

Do Alentejo para o mundo

O mesmo responsável adianta que a iniciativa tem como meta «preparar e motivar os jovens da região para a actividade empresarial». Uma actividade que não tem necessariamente de se restringir à região, mas que pode ter uma expressão internacional. Nesta edição da feira, a promoção da internacionalização assume um papel de destaque. Informações legais, financeiras, de apoio ao investimento e à criação de postos de trabalho fazem parte das prioridades do evento.

Rafael Alves Rocha adianta que «este certame visa estreitar a distância entre empresários e empreendedores promovendo a criação de profícua rede de contactos». O porta-voz da ANJE esclarece, contudo, que a iniciativa encerra um conjunto de objectivos que são difíceis de quantificar, já que a promoção do empreendedorismo abarca não só a criação de empresas como a expansão de negócios. Ainda assim, confessa que «superar os 200 mil visitantes registados na edição passada é uma meta que se impõe» e adianta que este evento já tem um público fiel.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 ECONOMISTA ESPECIALISTA DE CONCORRÊNCIA

Autoridade da Concorrência

1 TÉCNICO ESPECIALIZADO

Autoridade da Concorrência