Notícias

Expresso lança portal de MBAs

Expresso lança portal de MBAs

O Expresso Emprego está a alargar a sua oferta ao segmento dos MBA’s. A partir do seu sitio online, em expressoemprego.pt/mba, passa a estar disponível um novo portal dedicado a esta formação executiva, que alarga cada vez mais os horizontes de carreira dos gestores nacionais.

21.06.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Com escolas de excelência e executivos à escala global, capazes de espelhar a qualidade da formação nacional, Portugal está nas rotas internacionais dos melhores Master in Business Administration (MBA) do mundo. As universidades nacionais não só se destacam pela qualidade dos executivos que exportam, como atraem já um número significativo de profissionais estrangeiros que recorrem a MBA’s nacionais. O The Lisbon MBA é disso um exemplo. O consórcio da Nova School of Business & Economics, Católica-Lisbon School of Business & Economics e MIT Sloan School of Management, é totalmente lecionado em inglês, inclui uma estadia de um mês no MIT Sloan (Boston) e conta com uma percentagem de 20 a 40% de alunos estrangeiros por cada edição. Mas o que leva afinal um profissional a investir os seus recursos financeiros e tempo num MBA?

A motivação passa por vários patamares. Uma mudança ou progressão de carreira são os principais aliciantes, mas Nuno Couceiro, diretor executivo do The Lisbon MBA, garante que a maioria dos alunos do seu MBA procuram igualmente a “aquisição de conhecimentos avançados na área da gestão, prestígio ou aumento salarial, networking, novas competências profissionais na área da liderança ou a internacionalização da sua carreira”. O diretor reconhece o crescente interesse dos profissionais por esta formação executiva, mas esclarece que há também um número crescente de empresas a financiarem este tipo de formação aos seus quadros (ver caixa). Tudo porque a excelência e qualificação não podem ceder à crise.

Contudo, para que a frequência do MBA tenha o máximo retorno, os líderes das principais escolas reconhecem que é necessário um crivo muito rigoroso na seleção do curso e na avaliação dos seus reais propósitos ao realizá-lo. Foi para ajudá-lo nessa tarefa que o Expresso Emprego decidiu concentrar numa só plataforma toda a informação sobre os melhores MBAs nacionais e internacionais. No expressoemprego.pt passará a encontrar informação das escolas de referência e dicas muito úteis para quem procura investir num MBA à sua medida.

Uma ajuda num processo de ponderação e decisão que para João Duque, diretor do MBA do Instituto Superior de Economia e Gestão, é determinante. Para o diretor não existe uma idade ideal para realizar o MBA, mas aconselha a formação a “profissionais que começam a ter responsabilidades ao nível do midle management, o que tipicamente acontece entre os três e os sete anos de atividade profissional”. Para João Duque, “esta é a altura em que as competências necessárias a um bom desempenho deixam de ser exclusivamente técnicas para começarem a exigir competências de gestão”. E são essas que o MBA trabalha.

Sofia Salgado Pinto, diretora executiva da Católica Porto Business School, acredita mesmo que “o MBA deve ser entendido como um investimento com um retorno muito mais amplo do que o desenvolvimento das competências técnicas”. A diretora executiva enfatiza que “nos dois programas de MBA da Católica Porto Business School trabalhamos, a par das hard skills, um conjunto de soft skills que visam o desenvolvimento integral dos líderes do futuro”.

Medir o potencial de empregabilidade de um MBA não é tarefa fácil, sobretudo porque a formação é maioritariamente utilizada como alavanca de progressão de carreira e não na entrada no mercado de trabalho. Com os conceitos de progressão profissional em profunda mudança, o MBA poderá hoje ter uma aplicação direta no alcançar de um novo desafio profissional, uma carreira mais global ou até impulsionar a criação de um negócio próprio. Mas as contas ficam bem mais exatas se a análise incidir sobre as questões salariais, mesmo em momentos de adversidade.

Os dados para Portugal são ainda escassos. Mas segundo a payscale.com, um aluno de MBA com menos de um ano de experiência auferia, em média 46630 dólares (cerca de 36 mil euros) por ano, em 2012. Nesta contabilização do possível retorno do valor investido no MBA, conta muito a reputação da escola. Segundo os dados da plataforma americana de comparação salarial, o retorno do investimento num MBA de Harvard ou de qualquer uma das restante nove escolas que integram os ranking dos melhores MBA’s do mundo, continua a ser mais elevado. O Expresso mostra-lhe online, a partir de agora, como escolher o seu MBA.

Como conquistar um patrocínio

Realizar um Master in Business Administration (MBA) não está ao alcance de todas as bolsas, mas um número crescente de profissionais está a contornar o problema do financiamento com recurso a um patrocínio empresarial da sua entidade empregadora. Acha pouco provável que a sua empresa tenha tal abertura? Pois desengane-se. Nuno Couceiro, do The Lisbon MBA, diz que os patrocínios empresariais são já muito comuns. “Existem muitas empresas que vêem a mais-valia de um MBA para os seus colaboradores e para eles próprios e conseguem perceber de imediato os benefícios diretos e indiretos que o facto de um colaborador estar a fazer o MBA poderá trazer”, explica o diretor executivo acrescentando que “o mais comum é termos empresas que patrocinam uma vez o MBA de um colaborador, ficam contentes e repetem a experiência nos anos seguintes”. Mas para Nuno Couceiro, demonstrar à sua empresa o potencial de investir em si, exige estratégia e um plano de ação. O diretor deixa algumas dicas:
. A delineação de um plano de ação é crucial para preparar a proposta e os argumentos a utilizar;
. É fundamental perceber se o timing é o adequado (avaliar as probabilidades de ser aceite a proposta);
. Perceba se há abertura ou não para o pedido de financiamento; 
. Seja específico nos argumentos e dê exemplos práticos do que a empresa ganha com esse investimento em si; 
. Procure perceber qual a entidade a quem se vai dirigir primeiro, se aos recursos humanos, se diretamente ao seu chefe; 
. Aborde sempre a questão presencialmente e nunca por email; 
. Quando apresentar a proposta, esteja preparado para uma possível proposta de permanência da empresa após a conclusão do MBA; 
. Leve consigo informação detalhada sobre o programa (lista de cadeiras, horários, brochura do programa, plano de pagamento das propinas) bem como os deadlines dos projetos em curso na sua empresa;
. Prepare bem a apresentação, pensado sempre nas preocupações que a sua entidade patronal poderá ter e ensaie bem os argumentos a estas questões;
. Assegure a parte burocrática. Ou seja, depois de toda a negociação, garanta que tem uma provação formal do financiamento, um documento bem estruturado e validado pela entidade patronal. É importante ser assertivo relativamente ao compromisso que está a assumir com a sua empresa e cumprir com as condições que lhe foram impostas.

 



OUTRAS NOTÍCIAS
Empreendedores já têm Erasmus

Empreendedores já têm Erasmus


Os empreendedores já podem candidatar-se ao programa Erasmus. O bem sucedido modelo de intercâmbio académico ganhou uma vertente empresarial que possibilitará aos jovens emp...

Portugal mais global

Portugal mais global


Mais do que uma forma de contornar a austeridade nacional, as exportações têm demonstrado ser um catalisador de novos empregos. Um estudo recente do ISCTE revela mesmo que a intern...

Galp cria instituto de formação

Galp cria instituto de formação


Ligar o mundo académico e as empresas do sector do petróleo e do gás, é a missão do novo Instituto do Petróleo e do Gás (ISPG) que resulta de uma uni&a...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNT MANAGER - LISBOA

Adecco Recursos-Humanos

ACCOUNTANT - TREASURY - PSA BANK

Spring Professional Portugal