Notícias

Excelência Organizacional para resistir à crise

A Associação Portuguesa para a Qualidade vai promover a excelência nas empresas como forma de fintar a crise, através da formação.
29.09.2011 | Por Marisa Antunes


  PARTILHAR



A Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ) vai arrancar em outubro com um curso direcionado para a excelência nas empresas, um fator de competitividade fundamental nos dias de hoje para quem quer sobreviver à conjuntura económica. Assim, a ‘Excelência Organizacional’ é uma pós-graduação que vai iniciar-se já no dia 14 de outubro e que se prolongará até 21 de Julho de 2012, formação a realizar-se nas instalações da delegação norte da APQ, no Porto. O objetivo é dar aos formandos uma visão integrada desta recente área de conhecimento empresarial de crescente importância nos últimos anos. “A eficiência só se consegue com a excelência. A excelência está presente em todos os processos da organização. Frequentando esta pós-graduação, os participantes terão contacto com as diferentes linguagens e perspectivas da gestão. Num mundo extremamente competitivo e principalmente no contexto difícil atual, onde a competência e o capital humano são distintivos, só as organizações mais avançadas estarão em condições de assegurar um sucesso sustentado”, acentua Pedro Esquível, presidente da Delegação Regional do Norte da APQ. Para garantir o sucesso desta pós-graduação, a APQ identificou os temas mais relevantes da atualidade, dividindo o curso em duas fases. A primeira constituída pelos módulos Governance, Inovação, Sustentabilidade Organizacional e Comportamento Organizacional. A segunda fase consiste numa especialização com duas opções: a que diz respeito a Sistemas Integrados e Modelos de Excelência e a outra que assenta nos Modelos de Melhoria. Áreas que carecem de um melhor entendimento pela comunidade empresarial. Na disciplina de ‘Governance’, por exemplo, que define a forma de gestão das empresas que estão cotadas em Bolsa, sempre assente em regras de transparência, há muito ainda para aprofundar, como realça o responsável da APQ. “Em teoria, as empresas que estão cotadas em Bolsa, têm de dar várias garantias da sua gestão e ao modelo implementado na organização. Mas o que se verifica nas empresas, de uma forma geral, é que este ‘governance’ é relativamente misterioso… No caso de um relatório de contas, por mais transparente que seja a empresa, há muita coisa que fica por explicar. De uma forma geral, as empresas não descrevem os seus métodos de gestão. Não dizem, por exemplo, como é que definem o seu planeamento estratégico, que equipas é que têm a tratar do sistema de estratégia, como estabelecem as metas. Nada disto é falado”. Este curso destina-se a graduados nas áreas de Engenharia, Economia e Gestão, ou com experiência de atuação nestas áreas e as especializações proporcionam a obtenção de certificados oficiais da EFQM e do Kaizen Institute. As inscrições terminam esta semana. Mais em www.apq.pt.


OUTRAS NOTÍCIAS

"Estamos a recrutar e queremos os melhores"


A equipa nacional da gigante de mobiliário IKEA soma já 1400 colaboradores, mas não fecha as portas a novas contratações. Catarina Tendeiro, a Diretora de Recursos H...

Empregabilidade dos licenciados a subir

Empregabilidade dos licenciados a subir


Portugal é o único país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) onde a taxa de desemprego entre os licenciados caiu entre 2008 e 2009, apesar da adversidade da conjuntura e...

Cisco Portugal contraria onda internacional de despedimentos

Cisco Portugal contraria onda internacional de despedimentos


A operação da Cisco em Portugal será pouco afetada com o corte de postos de trabalho da casa-mãe. Quem o defende é o próprio Carlos Brazão, diretor-geral da Cisco Portugal. O responsável, que esta sem...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 estagiário

INPI Instituto Nacional da Propriedade Industrial

COLABORADORES

ERA BELÉM/RESTELO - ERA ALCÂNTARA/AJUDA

COLABORADORES

RE/MAX MAJESTIC