Notícias

EURES - Trabalhar à escala europeia

A Europa vive momentos conturbados em matéria de emprego, mas a rede Eures prossegue a sua missão de fomentar a mobilidade laboral
09.07.2009


  PARTILHAR



Cátia Mateus
Foi criada há 16 anos com a missão de prestar informação, aconselhamento e serviços de recrutamento e colocação, procurando potenciar a mobilidade laboral no seio da Europa e fazer a ponte entre trabalhadores e empregadores. Hoje, a rede Eures (http://ec.europa.eu/eures/) já promoveu a integração laboral e a livre circulação de milhares de trabalhadores europeus e promete continuar a fazê-lo. Num ano em que o desemprego na Europa atinge níveis recorde, o papel desta rede é ainda mais determinante, no sentido de colmatar as necessidades de mão-de-obra nos países onde ela é mais necessária e também ampliar as oportunidades de emprego a uma escala internacional. Há mais de um milhão de ofertas de emprego disponíveis na Eures.

O desemprego constitui nos dias que correm um desafio na Europa e não inúmeras as dificuldades que gera nas famílias do Velho Continente. Contudo, um pouco por toda a parte continua a existir insuficiência de mão-de-obra qualificada em áreas muito específicas a que a comunidade local não consegue dar resposta. É nestes casos que a rede Eures actua, apresentando a mobilidade como uma opção de futuro em termos de emprego entre os cidadãos europeus.

O sector da saúde é um dos que tem maior necessidade de profissionais qualificados um pouco por todo o continente. Na Dinamarca, por exemplo, são vários os hospitais que se vêem forçados a recrutar enfermeiros de outras nacionalidades para colmatar as lacunas deixadas pela insuficiência destes profissionais naquele país.

É para ajudar a suprir estas necessidades que o portal da mobilidade Eures existe. “Através do Eures, quem procura emprego consegue ter acesso a pelo menos 40 a 50% das vagas disponíveis em toda a União Europeia”, assegura Wallis Goelen-Vanderbrock, director-geral para o Emprego da Comissão Europeia.

A partir deste portal é possível aceder a um vasto conjunto de informação útil a quem procura dar o primeiro passo no mundo do trabalho à escala europeia. Além das vagas disponíveis em vários sectores de actividade em 31 países, o candidato a emprego além-fronteiras pode utilizar o Eures para recolher informação sobre tudo o que deve saber para trabalhar e viver num país estrangeiro. Quem consulta este site pode deixar o seu currículo acessível a uma vasta base de dados de empregadores, consultar ofertas de emprego disponíveis, mas também ofertas formativas e de aprendizagem em toda a Europa. Tudo porque esta rede europeia de serviços de emprego conta com a parceria dos Serviços Públicos de Emprego de cada um dos países-membros, que prestam assim informações e aconselhamento sobre as realidades locais em matéria de emprego.

Ao todo, a rede Eures conta com mais de 750 conselheiros afectos aos centros de emprego nacionais e locais. Profissionais estes que estão aptos a apoiar os candidatos a emprego em matérias tão distintas como os aspectos jurídicos e administrativos da mobilidade laboral e outras questões práticas de trabalhar fora do seu país de origem. Tudo para que a procura de emprego e o recrutamento se façam, cada vez mais, à escala da Europa.

Artigo relacionado: EURES, a rede da Europa com milhões de empregos




DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT ANALYST

Michael Page Portugal

COMPRADOR - INDIRECTOS

Michael Page Portugal

CONSULTOR DE INCENTIVOS FINANCEIROS

Michael Page Portugal