Notícias

Esegur investe nas contratações

A empresa de segurança privada Esegur conta com 1900 funcionários, distribuídos pelas suas diversas áreas de actividade, e prevê em 2007 aumentar os seus quadros cerca de 6%
08.02.2007


  PARTILHAR



Cátia Mateus
O segmento da segurança privada tem vindo a ganhar um dinamismo crescente ao longo dos últimos anos. Uma tendência que se fez acompanhar por um crescimento das oportunidades de emprego na área e pela expansão das empresas especializadas na prestação destes serviços. Na Esegur trabalham actualmente 1900 funcionários. Mas a empresa prevê aumentar este número em 6%, no decorrer de 2007. Um crescimento que para Luís Rodeia, presidente da Esegur, se fará de forma sustentada e sempre acompanhado por um investimento no domínio da formação.

Em 2006, a empresa aplicou cerca de 500 mil euros em cerca de 35 mil horas de formação. Segundo Luís Rodeia, “na Esegur privilegia-se a qualificação adicional dos colaboradores pela via de uma formação maioritariamente prática e especializada em áreas que consideramos vitais para garantir o melhor desempenho dos colaboradores”. Técnicas de Defesa Pessoal, Intervenção e Combate a Incêndios, Suporte Básico de Vida, Segurança Electrónica, Condução Defensiva são algumas das áreas de aposta da empresa em matéria de formação.

Mas, de acordo com o director da Esegur, os programas de formação da empresa contemplam também formação específica para cada sector de actividade, em especial para os vigilantes numa tentativa de lhes possibilitar uma capacidade de adaptação quase imediata à empresa-cliente. Paralelamente a estas intervenções formativas, os colaboradores da empresa de segurança são sujeitos a reciclagens formativas periódicas.

No campo do recrutamento, Luís Rodeia confessa que “as oportunidades de carreira geradas na Esegur estão direccionadas para uma faixa etária entre os 20 e os 40 anos de idade”. Para todas as funções, assegura o director, “estão identificadas as competências necessárias para um desempenho de excelência”. Mas Luís Rodeia destaca valores como a lealdade, o profissionalismo, a vontade de aprender e progredir profissionalmente, como requisitos básicos para quem quer trabalhar na Esegur.

O processo de recrutamento e selecção em prática na empresa é baseado num conjunto de pré-requisitos psicológicos e de características muito rigorosas. Regra geral, a Esegur admite apenas cerca de 6% dos candidatos que analisa. Uma percentagem que reflecte o nível de exigência e especialização dos colaboradores que a empresa procura.

No ano passado, explica Luís Rodeia, “o número de candidaturas ultrapassou as cinco mil, fruto quase exclusivamente de iniciativas espontâneas dos candidatos, nomeadamente através do sítio da empresa — www.esegur.pt — que regista cerca de 60% das candidaturas”. A partir daqui, o candidato inicia um processo de selecção que conjuga os testes psicotécnicos, a dinâmica de grupo, as entrevistas presenciais e o testes de aptidão física.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal