Notícias

Empresas apostam no recrutamento

2006 poderá trazer novas oportunidades de emprego
03.02.2006


  PARTILHAR



Cátia Mateus
O PRIMEIRO semestre de 2006 poderá abrir novas perspectivas aos que procuram um emprego. Segundo os dados do último Hiring Survey — o inquérito às intenções de contratação —, realizado pela empresa de «executive search» MRI Worldwide, «durante os primeiros seis meses do ano, cerca de 86% das empresas não prevêem a redução de efectivos, mas antes a manutenção ou aumento dos seus quadros de pessoal».

Apenas 13,7% das 459 empresas inquiridas prevêem uma redução de quadros até Junho de 2006. Ainda assim, esta percentagem é inferior em dois pontos percentuais à registada no último semestre de 2005. Estes dados levam Ana Luísa Teixeira, «country manager» da MRI Worldwide Portugal, a concluir que «estes dados reforçam a opinião de que, apesar de os últimos tempos terem sido de instabilidade económica e financeira, não só para Portugal mas a nível mundial, as empresas parecem ter aprendido a viver com esta realidade — estão mais consistentes e determinadas no caminho a seguir e dão notas de uma viragem».

O sector das tecnologias de informação é aquele em que há maior intenção de contratação por parte das empresas. Logo a seguir surgem os sectores farmacêutico, de logística e segurador. A responsável da MRI destaca ainda o facto de 66% das empresas inquiridas considerarem difícil, ou muito difícil, encontrar profissionais qualificados nos próximos seis meses. Destes, 60% referem que a dificuldade irá centrar-se sobretudo nas funções de chefia intermédia e técnicos altamente qualificados.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal