Notícias

Empresas amigas

As empresas familiarmente responsáveis estão a ganhar terreno em Portugal. As organizações já perceberam que motivação é sinónimo de produtividade
02.06.2006


  PARTILHAR



Cátia Mateus e Marisa Antunes
Ainda são poucas, mas são cada vez mais as empresas que já perceberam que a motivação e o bem-estar dos trabalhadores contribuem para a produtividade e, consequentemente, para a facturação e resultados líquidos das suas organizações.


A Hewlett-Packard (HP) é uma dessas empresas. Na subsidiária portuguesa da multinacional americana os finais de semana terminam sempre em «relax» total. Na sexta-feira à tarde, há massagens de «shiatsu», apenas uma entre as várias iniciativas organizadas na empresa para garantir o bom ambiente de trabalho entre os 300 colaboradores. «Estas massagens estão integradas naquilo que apelidámos de Clube HP. Fazemos cursos de culinária — neste sábado participei num de comida japonesa, por exemplo —, ioga do riso, que consiste em técnicas de relaxamento através do riso e financiamos descontos — entre 40 a 60% — no ginásio, golfe, karting, danças de salão ou futebol», pormenoriza Ilda Ventura, directora de Recursos Humanos da empresa.

Mas não só. «Todos os dias, durante quatro horas, um profissional da e-Bairro desloca-se à HP para assegurar aos trabalhadores vários serviços que lhes permitem ganhar tempo», acrescenta a responsável. Assim, os trabalhadores remetem para a e-Bairro as deslocações à lavandaria, as lavagens do carro, a compra de flores ou a compra de bilhetes de espectáculos. É também possível contratar serviços de «baby-sitting» ou de assistência ao domicílio. Paralelamente a estas «benesses», os colaboradores da HP têm a possibilidade de consultar um psicólogo, que os ajuda a fazer a gestão do stresse.

Na SOCTIP-Sociedade Tipográfica, sediada em Porto Alto, o stresse dissolve-se no ginásio que a empresa resolveu montar para usufruto dos seus 200 trabalhadores. «Atribuímos uns dias por semana às mulheres e outros aos homens. Temos uma zona com aparelhos e outra com uma sala para ginástica, onde damos aulas uns aos outros. Eu própria dou aulas duas vezes por semana», conta Cristina Ferreira, presidente do conselho de administração da SOCTIP, empresa-líder do sector gráfico das PME.

A responsável realça os benefícios deste tipo de medidas para o aumento da produtividade, cumprindo assim as metas da empresa, que no ano passado facturou 17 milhões de euros: «É incrível como a comunicação melhorou entre as pessoas dos serviços comerciais, financeiros e de produção». Cristina Ferreira é, aliás, acérrima defensora da comunicação informal. Todas as semanas organiza um almoço ou um jantar com um grupo de funcionários para ouvir as suas queixas e aspirações.

Com 70 anos de existência celebrados na semana passada, a SOCTIP já tem história na abordagem solidária com os seus trabalhadores. O fundador da empresa e avô da actual administradora, Fernando Ferreira, foi o primeiro empresário do sector a pagar o domingo de descanso aos seus trabalhadores, e durante a II Guerra Mundial abriu mesmo uma cantina para complementar as magras senhas de racionamento de bens alimentares que, na altura, eram distribuídas.

A preocupação pelos seus trabalhadores é uma máxima seguida também na Grafe Publicidade, que emprega 38 funcionários. O mais velho tem 80 anos e o mais jovem tem 23. Esta empresa portuguesa com 22 anos de existência foi duas vezes reconhecida com a menção honrosa «Igualdade é Qualidade», um prémio que distingue empresas com políticas na área da igualdade de oportunidades.

Segundo Luís Lucas, director-geral da empresa, «as pessoas que aqui trabalham são a base da nossa existência e a sua estabilidade familiar e laboral são fundamentais para a produtividade no trabalho». Para alcançar esta motivação, a empresa promove diversas iniciativas. Além dos programas de estágio permanentes, «preocupamos-nos com a realização pessoal de cada colaborador no exercício das suas funções, através de um acompanhamento constante da chefia mais próxima e da verificação das necessidades de formação de cada um», explica.

A Grafe disponibiliza aos colaboradores um seguro de saúde, a possibilidade de frequentar um ginásio junto às instalações da empresa, a distribuição de lucros da empresa no final do ano e até um especialista em acupunctura vai à empresa para ajudar os colaboradores a alcançar o equilibro físico e psíquico.

Esta preocupação empresarial com os colaboradores tem vindo a assumir uma importância crescente nos últimos anos, merecendo mesmo o reconhecimento de vários organismos nacionais e estrangeiros. O «Prémio Empresa Mais Familiarmente Responsável», promovido pela Deloitte e pela AESE-Escola de Direcção e Negócios, distinguiu recentemente a Unicer e a Microsoft Portugal como as empresas que mais favoreceram a conciliação da vida profissional e familiar no último ano.

Além deste prémio, o Great Place to Work Institute Portugal voltou a revelar a lista das 25 melhores empresas para trabalhar no país (ver caixa). Este instituto existe há 20 anos e está presente em 29 países. Anualmente, realiza um estudo que analisa a realidade empresarial de vários países e de onde resulta um «ranking» das melhores empresas sob o ponto de vista dos recursos humanos.

Da lista das 25 melhores empresas para trabalhar em Portugal, seis foram seleccionadas para a tabela das 100 melhores organizações para laborar na Europa, promovida pelo mesmo instituto. Amgen, General Electric, HUF, Mapfre, Microsoft e Real Seguros são as empresas que integram a lista europeia deste ano.

Melhores organizações para trabalhar em Portugal

1. Amgen Biofarmacêutica, Lda
2. Microsoft, Software para Microcomputadores, Lda
3. Mapfre Seguros Gerais, SA
4. HUF Portuguesa - Fábrica de Componentes para o Automóvel
5. Real Seguros, SA
6. Roche Farmacêutica Química, Lda - Divisão Farma
7. General Electric
8. Liberty Seguros, SA
9. Martifer - Construções Metalomecânicas, SA
10. Janssen - Cilag Farmacêutica, Lda
11. Unicer - Bebidas de Portugal SGPS, SA
12. Somague - Engenharia, SA
13. PriceWaterhouseCoopers
14. Auto-Sueco, Lda
15. AXA Companhia de Seguros, SA
16. Lusitânia Companhia de Seguros, SA
17. Medtronic Portugal, Lda
18. Diageo Distribuidora de Bebidas, Lda
19. Unisys Portugal Sistemas de Informação, SA
20. Deloitte
21. Mahle - Componentes de Motores, SA
22. José Júlio Jordão, Lda
23. Compal - Companhia Produtora de Conservas Alimentares, SA
24. Schenker Transitários, Lda
25. Man - Veículos Industriais Portugal, Sociedade Unipessoal, Lda

Fonte: Great Place to Work 2006





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNT MANAGER | VISEU

Michael Page Portugal

ACCOUNTING QUALITY CONTROLLER

Spring Professional Portugal

ADMINISTRATIVO COMPLIANCE

Kelly Services Portugal