Notícias

Emprego renovado

15.09.2006


  PARTILHAR



Cátia Mateus

CINCO anos depois da sua criação, o «site» do Expressoemprego renova-se, apresenta novas funcionalidades, reforça a sua proximidade com os utilizadores e estreita cada vez mais a ligação entre a edição impressa e o formato «online».

Criado num momento conturbado, oito dias após o 11 de Setembro de 2001, o «site» expressoemprego.pt tem vindo a traçar uma rota ascendente em termos de tráfego. O «site» — que actualmente soma entre 200 a 300 novos registos diários e totaliza sete a oito milhões de «page views» mensais —, tem o seu público fiel nos estudantes, profissionais e desempregados com qualificações ao nível da licenciatura, pós-graduação ou mestrado.

Um perfil que não limita a produção de conteúdos que se quer cada vez mais abrangente e diversificada, abordando assuntos relevantes no universo do emprego, empreendedorismo, universidades ou gestão de carreira. Com uma nova imagem, uma nova linha gráfica e um ‘rosto' rejuvenescido, tanto o «site» como a edição impressa do caderno de Emprego apresentam novidades.

No caderno, o aspecto gráfico das páginas com conteúdo editorial acompanhou a nova estrutura e linhas gráficas do Expresso. No «site», a mudança é maior. “A pesquisa de emprego foi melhorada como resultado de uma parceria estabelecida entre o Grupo Impresa e a Google”, explica Geert Van Hassel, director da Impresa Classificados.

O responsável revela que “a nova ferramenta permitirá aceder a todas as oportunidades de emprego para determinada função, listadas por ordem de relevância de acordo com um conjunto de critérios, como sejam data ou o número de vezes que ocorre a palavra pesquisada no anúncio”. Saliente-se que, segundo Geert Van Hassel, “cada anúncio publicado no «site» expressoemprego.pt tem uma média de seis mil visualizações”. O responsável adianta que “todos os anúncio publicados na versão impressa transitam para o formato «online» onde permanecem por quatro semanas”.

Em termos de respostas via web, o director da Impresa Classificados, adianta que “em 2006, a média tem sido cerca de 200 respostas por anúncio”. Mas esclarece que este número varia consoante as áreas.“«Marketing», vendas, «web design» e TI excedem muitas vezes este valor e registam sempre mais respostas do que as funções administrativas e jurídicas”.

Além da nova funcionalidade, em termos editoriais o «online» prosseguirá à sua intenção de estreitar a ligação com os leitores. Paralelamente às áreas já existentes, o «site» vai aliar-se à blogosfera passando a apresentar «links» para blogues nacionais e estrangeiros, relevantes para o mundo do trabalho.

A equipa do Expressoemprego.pt quer também fomentar o papel do ‘cidadão-jornalista' com a criação do blogue Expressoemprego. A meta é gerar a partilha de ideias em temáticas laborais, com a participação dos leitores.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Técnico Superior

Nova School of Business and Economics

.NET DEVELOPER

Kelly Services Portugal