Notícias

Emprego para todos

Lisboa debate a igualdade de oportunidades para portadores de deficiência visual
04.10.2007


  PARTILHAR



Cátia Mateus
Os olhos podem não ver, mas não tornam o invisual incapaz para o trabalho. Ter necessidades especiais está longe de significar a impossibilidade de realizar uma actividade profissional de sucesso e, seguramente, não determina a qualidade de um colaborador e o seu benefício para o sucesso da empresa. Para prová-lo, a Associação Portuguesa dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) realiza, no âmbito do Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos, o seminário ‘Emprego para todos — como e porquê empregar um deficiente visual'.

O Auditório da Vodafone Portugal, no Parque das Nações, acolhe dia 11 de Outubro esta iniciativa da ACAPO, apadrinhada pelo Presidente da República. A meta é provar que um cego é um colaborador tão válido como outro qualquer, que merece ser tratado com igualdade de oportunidades no mercado laboral nacional. Acabar com o preconceito é fundamental e assim a associação organizou um evento que se quer, acima de tudo, esclarecedor e motivador.

Presentes na iniciativa estarão profissionais de vários quadrantes com o propósito de partilhar as suas experiências e motivar a contratação de profissionais portadores de deficiência visual. Em debate vão estar questões como as políticas sociais de emprego, as medidas de apoio à contratação ou a igualdade de oportunidades no acesso ao mercado de trabalho. Mas a ACAPO não deixou de lado os temas mais práticos e o seminário servirá também para desmistificar junto do público as questões científicas da cegueira. As acessibilidades terão também espaço neste evento, analisadas por João Beirante, da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal e por Teresa Marta que dará a conhecer bons exemplos de sítios «online» acessíveis a invisuais.

A empregabilidade será, naturalmente, o tema de fundo deste seminário. O psicólogo José Manuel Fernandes partilha a sua experiência no campo do recrutamento e selecção, dando a conhecer a importância das ‘Provas de Selecção para Todos'. Previsto está também um painel de casos de sucesso em matéria de integração profissional de portadores de deficiência que contará com a participação de empresários e invisuais integrados com sucesso no mercado de trabalho.

Para a ACAPO, é fundamental que a sociedade compreenda as potencialidades e o valor destas pessoas e retribua com oportunidades iguais. Até porque, o fundamental quando se emprega um invisual é “ver na deficiência uma característica da pessoa e não a sua caracterização





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal