Notícias

Ele poderá ser o melhor aluno de MBA do mundo

Ele poderá ser o melhor aluno de MBA do mundo

É português e figura no restrito lote dos seis melhores estudantes de MBA do mundo, eleitos pela AMBA – Association of MBAs. O ex-aluno de MBA da Porto Business School, Pedro Correia da Silva, 32 anos, é engenheiro mecânico de formação e integra atualmente a equipa de consultores da McKinsey & Company. É o único português entre os nomeados para este prémio de excelência mundial, cujo vencedor será conhecido a 29 de janeiro.

24.12.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Apaixonado pela engenharia e pela área da eficiência energética, sistemas de energia e sustentabilidade - onde é investigador no âmbito do programa MIT Portugal – Pedro Correia da Silva faz parte de uma nova geração de profissionais adeptos da evolução permanente de competências e da capitalização de conhecimento. Enquanto realizava um doutoramento em Sistemas Sustentáveis de Energia decidiu realizar um MBA, depois de perceber que pretendia posicionar a sua carreira na área da gestão de empresas. Integrou o The Magellan MBA, na Porto Business School, e pode agora vir a ser considerado o melhor estudante de MBA do mundo. O jovem gestor, consultor da McKinsey & Company, está entre os seis finalistas mundiais do “MBA Student of the Year Award 2015”, o prémio anual da AMBA – Association of MBA que distingue os melhores alunos do mundo.

O principal objetivo de Pedro ao realizar o MBA era desenvolver as suas competências, como complemento à sua formação de base a um percurso de carreira que, até então, era muito focado nas áreas técnicas da engenharia. Contudo, o gestor acredita que foi exatamente a diversidade do seu percurso académico e profissional que contribuiu par que hoje esteja entre os seis melhores estudantes de MBA do mundo. “A nomeação para este prémio é sustentada pela capacidade de integrar competências de diferentes dimensões da minha vida académica, profissional e social, de forma a criar impacto e ter sucesso noutros contextos, o que foi provavelmente diferenciador relativamente a outros candidatos”, explica Pedro Correia da Silva.

No português, que é o único cidadão nacional entre os nomeados, a AMBA terá identificado “uma forte motivação e competências de excelência”. Com esta distinção, a associação procura identificar os futuros líderes de organizações de topo. Gestores que aliam a solidez dos conhecimentos, a um registo académico de excelência, uma proatividade acima da média e um acelerado ritmo de progressão profissional. Pedro Correia da Silva só saberá a 29 de janeiro se é o melhor do mundo, mas garante que, embora reconhecendo a satisfação que a nomeação lhe dá, o desenvolvimento e a progressão da sua carreia “vai implicar muito mais as competências e o percurso académico e profissional do que este tipo de reconhecimento”. E nesse percurso, o gestor está focado em “desenvolver competências e criar soluções que possam ter impacto na vida das empresas.

Adepto de um modelo de liderança sustentado na capacidade de “estabelecer uma visão comum e manter o foco da organização nas grandes questões e problemas”, Pedro Correia da Silva confessa que vive a 100% e é na mesma percentagem que se dedica a todos os projetos em que está envolvido, aproveitando casa desafio para aprender de forma contínua e constante.

Formação
É licenciado em Engenharia Mecânica e doutorado em Sistemas Sustentáveis de Energia, pelas universidades do Porto e Técnica de Lisboa, além de possuiu o MBA pela Porto Business School.

Ambição de Carreira
“Ser capaz de continuar a desenvolver competências e criar soluções que possam ter um elevado impacto na vida das empresas. Ambiciono também conciliar a gestão com as minhas competências técnicas na área da energia”.

Hóbis
“Devorador de livros, apaixonado pelo F.C. Porto e por futebol em geral, coordenador e voluntário em diversos projetos de cariz social, em particular na organização não governamental Grupo de Ação Social do Porto”.



OUTRAS NOTÍCIAS
Startups: o poder do talento

Startups: o poder do talento


No crescimento e sustentabilidade de um projeto empresarial, o talento é tudo. E numa startup ele é mesmo vital. Exemplos como as portuguesas Feedzai, Talkdesk, Unbabel, Uniplaces, Farfe...

Jerónimo Martins cria plataforma logística e contratar 300

Jerónimo Martins cria plataforma logística e contratar 300


O novo centro de logística que o grupo Jerónimo Martins está a construir em Valongo permitirá criar 300 novos empregos na região. A estrutura deverá estar con...

PrimeIT vai lançar incubadora de talentos

PrimeIT vai lançar incubadora de talentos


Nos próximos cinco anos, a consultora portuguesa especializada em serviços de Tecnologias de Informação e Telecomunicações, quer abrir dez escritórios ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA