Notícias

DNA profissional com certificação

Ajudar os portugueses a regressar ao mercado de trabalho e reconquistar a empregabilidade é a grande ambição de um projeto lançado por José Quezada e Vicente Caldeira Pires. Fartos de ver o seu país ser notícia pelas elevadas taxas de desemprego decidiram dar o seu contributo criando uma ferramenta que ajuda sobretudo os que procuram uma mudança profissional. A CV-DNA faz certificação de currículos e já está no mercado.

17.05.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Ajudar os portugueses a conquistar emprego, em Portugal e no estrangeiro, é a grande meta da CV-DNA. A empresa surgir depois de José Quezada, um dos mentores da ideia, ser chamado a apoiar alguns amigos que se queriam candidatar a novos empregos na construção do seu currículo. José, que trabalhou vários anos ligado à consultoria de recursos humanos, cedo percebeu que o mercado estava demasiadamente voltado para as empresas e que “existiam poucos serviços em Portugal focados no apoio aos candidatos”, relembra. Da teoria passou à prática.

Currículos com erros ortográficos, informação em excesso ou pouco relevante para a função a que se candidata, fotografias pouco profissionais e pouca fiabilidade da informação são erros comuns e que motivam queixas entre os recrutadores. Erros que nenhum candidato quer cometer numa altura em que escasseiam as oportunidades de emprego. “As pessoas esquecem muitas vezes que o currículo é a primeira impressão que se causa junto de um empregador e que essa não for boa, perdem-se oportunidades”, enfatiza o sócio do projeto CV-DNA reforçando que “cada anúncio de emprego recebe centenas, senão milhares de candidaturas”, cabe aos candidatos destacarem-se entre a multidão e minimizarem os problemas da falta de qualidade e confiança nos seus currículos.

Partindo deste princípio, a equipa decidiu estruturar um projeto que mais do que prestar serviços de redação e melhoria de currículos, criasse toda uma metodologia para certificar a informação que consta dos CV e, assim, dar às pessoas uma ferramenta que as diferencie dos restantes candidatos. O serviço é prestado a partir do site da empresa em www.cvdna.com, mas não prescinde de uma componente presencial. “Para usar o serviço o utilizador terá de se registar e clarificar se está desempregado, se é recém-chegado ao mercado de trabalho (estudante) ou se está à procura de uma mudança profissional”, explica José Quezada adiantando que “a empresa tem propostas diferentes para estes segmentos, até porque assumimos que não têm a mesma capacidade financeira”.

Custos diferenciados

Com um público-alvo centrado em todos os profissionais cuja empregabilidade assenta em processos de recrutamento baseados no CV, a empresa pratica preços distintos consoante o nível de carreira dos candidatos. “Para pessoas que estão desempregadas ou a chegar ao mercado de trabalho vindas das universidades, o custo do serviço é de 98 euros. Para profissionais com experiência acumulada, 148 euros e para profissionais com carreira dinâmica que fazem atualizações regulares ao CV, por 230 euros, durante três anos é assegurada a certificação de uma experiência profissional, duas formações, a tradução do Cv para inglês, a realização de um segundo teste de perfil comportamental e a renovação da fotografia”, explica o empreendedor.

Depois da inscrição no site, o candidato fornece alguns dados sobre a sua experiência académica e profissional e a CV-DNA confirma a informação prestada, com base na sua metodologia de certificação, reunindo depois com o candidato para realizar o teste de perfil comportamental, tirar uma foto profissional e dar por concluído o processo de certificação do CV. Apesar de ser um processo relativamente recente em Portugal, a certificação de CV é comum noutros países, razão pela qual a internacionalização está já na mira dos empresários.



OUTRAS NOTÍCIAS
IADE estimula inovação

IADE estimula inovação


Em épocas de adversidade, a criatividade e inovação demarcam a linha ténue entre o sucesso e o fracasso de um projeto empresarial. Conscientes desta realidade o IADE Creati...

NOV investe em Portugal e contrata 60

NOV investe em Portugal e contrata 60


A empresa que desenvolve e implementa sistemas para a indústria do petróleo e gás, está ainda a recrutar colaboradores para uma equipa que, em pleno funcionamento, empregar...

Brasil já recruta para os Olímpicos

Brasil já recruta para os Olímpicos


A contagem decrescente para os Jogos Olímpicos Rio 2016, que no Rio de Janeiro (Brasil) já começou. A organização do evento desportivo tem já em marcha o prog...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA