Notícias

Curso de acupunctura avança no Porto

20.06.2003


  PARTILHAR






Maribela Freitas

EM PORTUGAL irá nascer em breve um curso de pós-graduação em acupunctura. Até ao final do ano ou no início do próximo, iniciar-se-á esta formação na Universidade do Porto, coordenada por esta instituição de ensino e a Sociedade Portuguesa Médica de Acupunctura (SPMA).


"A ideia de criar esta pós-graduação surgiu na altura em que se avançou com o processo de reconhecimento da acupunctura pela Ordem dos Médicos",
explica Jorge Gonçalves, presidente da SPMA e responsável pela unidade pública de acupunctura do Hospital de Santo António, na cidade do Porto.

De acordo com o responsável, a carga horária mínima da pós-graduação será de 270 horas, com a duração de dois anos, permitindo o acesso à prática desta técnica, que será uma competência médica e não uma especialidade, o que exigiria no mínimo quatro anos.

Expansão nacional à vista


Em termos curriculares, estarão presentes "bases anatómicas, fisiológicas, medicina tradicional chinesa e também medicina ocidental", acrescenta Jorge Gonçalves que é também responsável pelo reconhecimento da acupunctura pela Ordem dos Médicos.

A responsabilidade desta pós-graduação será mista, repartida entre a Universidade do Porto e a SPMA. "As negociações com a Universidade do Porto estão avançadas e aponta-se para que as aulas comecem em Outubro ou no início de 2004. Abrirão no máximo 30 vagas e neste momento já temos cerca de 70 pedidos de inscrição", salienta o responsável pela SPMA.

Depois da cidade do Porto, prevê-se que se sigam outros cursos semelhantes na cidade de Coimbra e em Lisboa. A escolha do Porto para lançar este curso, prende-se em parte com a existência de uma unidade hospitalar nesta área, o que facilitará a análise e a prática da matéria, durante a pós-graduação.

Ao nível da docência, Jorge Gonçalves explica que "existem alguns profissionais com competência para leccionar. Mas numa primeira fase, vamos socorrer-nos de professores de universidades estrangeiras e queremos também trazer especialistas da China e Pequim".

Neste momento está a decorrer um censos médico para saber quantos pessoas praticam acupunctura. Formada há dois anos, a SPMA tem visto o seu número de sócios crescer e com esta formação na área, é provável que este valor venha a engrossar.








DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal