Notícias

Compta incentiva ideias tecnológicas

Compta incentiva ideias tecnológicas

A Compta está a identificar ideias inovadoras em solo nacional. A tecnológica criou uma plataforma - a Lusídeias - que visa agregar projetos inovadores dos portugueses e ajudar os seus autores a transformá-los em negócios. O projeto já está no terreno e deverá este ano apoiar até dez novos negócios.

03.04.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Receber ideias de todos os portugueses, fazer delas negócios e levá-las ao mundo. É esta a missão da plataforma Lusídeias, o mais recente projeto da Compta, uma das mais antigas tecnológicas portuguesas. A empresa liderada por Jorge Delgado, que preside à Comissão Executiva, propõe-se com este projeto “colocar a tecnologia ao serviço das ideias, conectando que tem uma ideia e quem tem os recursos tecnológicos para a apoiar, ajudar a desenvolver e materalizar”. O projeto é extensível a todos os portugueses e quer “colocar o país a pensar em ideias disruptivas capazes de se transformar em negócios na área mobile”. Ainda este ano, a Compta, através da Lusídeias deverá apoiar a criação de cinco a dez novos negócios.

Colocar a tecnologia ao serviço da competitividade nacional, tirando proveito das mais-valias naturais de Portugal - terra, sol e mar - é o propósito-âncora da Lusídeias, uma plataforma que Jorge Delgado descreve como “democrática e multifuncional”. A Lusídeias está ancorada online, a partir do endereço www.lusideias.pt, e está pensada para agregar ideias e captar talentos, mas também para disponibilizar um conjunto integrado de condições e funcionalidades que visam fomentar parcerias e apoios. A plataforma tem uma equipa alocada em exclusivo à sua gestão, “tendo como fim último o apoio à materialização das melhores propostas submetidas, mas também o estímulo à có-criação de projetos e ao crowdsourcing”, esclarece o presidente da Comissão Executiva da Compta.

Para Jorge Delgado, o projeto é “inovador, desafiante e inédito em Portugal já que ambiciona ajudar a transformar ideias inovadoras de todos os portugueses em soluções e aplicações móveis”. Para potenciar esta ponte entre ideias, tecnologias, criadores e “executores” (quem tem os recursos e a experiência necessária para concretizar as ideias), a Lusídeias tem a funcionar dois centros de research & development, em Lisboa e Tomar, apoiados por uma estrutura empresarial que cobre as mais diversas áreas. A Compta, garante o líder, “compromete-se a dar feedback aos projetos candidatos através de uma de três opções: a ideia é boa, pelo que faz sentido a Compta avançar com uma proposta ao utilizador para materializar a ideia em negócio; a ideia faz sentido, mas necessita de maturação e contributos extra de desenvolvimento, sugerindo-se o envolvimento da comunidade num processo de crowdsourcing, ou a ideia tem carências que não justificam a sua validação”. O fim último, assegura Jorge Delgado, “é a concretização de projetos comerciais com elevadas potencialidades de retorno para o seu criador, levando as sua ideias ao mundo e desta forma trazendo reconhecimento e riqueza para Portugal”, assumindo-se a empresa como co-criadora das propostas que podem ser da autoria de qualquer cidadão nacional.

A Lusídeias está em funcionamento desde a passada semana e regista já uma comunidade considerável de “mobile innovators”, onde qualquer pessoa poderá partilhar ideias submetidas na plataforma, bem como informações, sugestões e soluções. A Compta apoia a concretização dos projetos com potencial com recursos, partilha de risco, experiência, conhecimento, instalações e outros incentivos como a consultoria especializada e esclarecedora da equipa da Compta que apoiará a clarificação de dúvidas dos empreendedores. Para Jorge Delgado, com esta plataforma a Compta “assume o compromisso de potenciar e desenvolver de forma permanente as ideias dos portugueses”. Entre as áreas que podem vir a ser apoiadas estão não só a agricultura, o ambiente, a energia e o mar, mas todas aquelas que possam vir a explorar as vantagens endógenas nacionais.



OUTRAS NOTÍCIAS
Generali recruta para carreira global

Generali recruta para carreira global


A seguradora Generali está a identificar 20 potenciais talentos, entre recém-licenciados ou finalistas portugueses, para integrar o Programa Global da Generali para Licenciados. Mó...

A startup lusa que quer revolucionar o mercado da tradução

A startup lusa que quer revolucionar o mercado da tradução


Eliminar as barreiras linguísticas que ainda persistem e transformar a tradução automática numa realidade acessível a todos é o objetivo dos cinco fundadores ...

Casais: o desafio da gestão global de carreiras

Casais: o desafio da gestão global de carreiras


Recrutar e formar equipas locais em Marrocos foi, assumidamente, o maior desafio profissional de Álvaro Fernandes na sua faceta de diretor de recursos humanos. O engenheiro civil de 39 anos, re...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Chemistry Teacher

St. Dominic’s International School

DIRETOR DE MELHORIA CONTÍNUA

Michael Page Portugal

DIRETOR TÉCNICO GALVANOPLASTIA

Michael Page Portugal