Notícias

Coimbra lança prémio

26.12.2003


  PARTILHAR




Fernanda Pedro

A UNIVERSIDADE de Coimbra acaba de lançar um prémio anual de 25 mil euros que visa galardoar um cidadão português que se mais se distinga pelas suas acções nas áreas da cultura ou da ciência. O prémio é patrocinado pelo Banco Totta e, de acordo com Fernando Seabra Santos, reitor da Universidade de Coimbra, "tem como principal finalidade contribuir para o reforço da auto-estima nacional".

O prémio será atribuído a alguém que se tenha destacado por uma intervenção particularmente relevante e inovadora e será escolhido por um júri pluridisciplinar presidido pelo reitor da instituição de ensino superior coimbrã.

Para 2004, os membros do júri já foram escolhidos e além de Fernando Seabra Santos, integrarão a lista um vice-presidente a indicar pelo patrocinador, o biólogo Alexandre Quintanilha (Universidade do Porto), o ensaísta Eduardo Lourenço, a coreógrafa Olga Roriz (Companhia de Bailado), o químico José Martinho Simões (Universidade de Lisboa), o físico José Luís Martins (Instituto Superior Técnico) e o filósofo Fernando Augusto Gil (Universidade Nova de Lisboa).

Além destes, também fazem parte do júri os seguintes professores da Universidade de Coimbra: Arsélio Pato de Carvalho (zoologia), Boaventura de Sousa Santos (sociologia), Carlos Reis (literatura), Fernando Távora (arquitecto) e Maria Helena da Rocha Pereira (estudos clássicos).

O pró-reitor da Cultura, João Gouveia Monteiro, garantiu que a composição do júri irá variar todos os anos, de forma a garantir uma certa rotatividade dos seus membros e das áreas culturais e científicas representadas.

A iniciativa não terá encargos para a Universidade de Coimbra já que o montante do prémio será suportado na totalidade pelo Grupo Totta. A primeira edição da atribuição do galardão será integrada na sessão comemorativa do 714º aniversário da Universidade de Coimbra, a 1 de Março de 2004.

As candidaturas para o prémio estão abertas até 31 de Dezembro mas, segundo Seabra Santos, poderão ainda ser feitas propostas nas reuniões do júri, a realizar em 20 de Janeiro e, se for necessário, a 11 de Fevereiro de 2004.

Esta será sem dúvida uma forma de os portugueses poderem ver reconhecido os seus esforços em prol da competência com a chancela da Universidade de Coimbra.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


BIM MANAGER

Michael Page Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal