Notícias

Católica e NATO vão formar nos 28 Estados-membro

Católica e NATO vão formar nos 28 Estados-membro

A Universidade Católica Portuguesa será parceira da NATO na formação qualificação de profissionais de vários países. 

09.06.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A NATO prepara-se para criar em Oeiras a Academia de Comunicações NATO, a partir da qual serão formados profissionais da organização dos 28 Estados-Membro. A Universidade Católica Portuguesa foi a instituição escolhida para apoiar essa formação, tornando-se a primeira instituição de ensino portuguesa a tornar-se parceira exclusiva da NATO no âmbito da formação.

Cibersegurança, Transformação Digital e Inovação em Tecnologias de Informação e Comunicação serão às áreas-âncora de intervenção da Universidade Católica no âmbito do protocolo de cooperação mútua para as áreas de Educação, Formação e Qualificação assinado com a NATO. Segundo ambas as entidades envolvidas, o acordo estabelecido “permitirá à NATO beneficiar de todo o know-how da CATÓLICA-LISBON, nomeadamente através da especialização do seu corpo-docente em diferentes áreas, e à Escola beneficiar de todo o conhecimento em cibersegurança e ainda usufruir das instalações da Academia”.

Ricardo Reis, director adjunto para as Relações Internacionais da Católica-Lisbon, realça que o acordo agora estabelecido “representa uma importante oportunidade para elevar e aprofundar o conhecimento em material de cibersegurança”. O representante da Católica-Lisbon enfatiza ainda as possibilidades que o acordo com a NATO confere ao nível da promoção e aceleração da qualificação dos recursos humanos e “por conseguinte, a inovação do país”.

A Academia de Comunicações da NATO em Oeiras formará profissionais dos vários Estados-membro e segundo realça o Embaixador e representante permanente de Portugal junto da NATO, Luís Almeida Sampaio, “permitirá a Portugal a criação de sinergias fundamentais ao desenvolvimento do país”. Almeida Sampaio relembra que a educação se assume como uma peça fundamental desta estratégia, realçando que o acordo está a “acrescentar valor à formação e qualificação dos nossos recursos e a promover uma maior consciência para a importância da cibersegurança como parte integrante do desenvolvimento de Portugal”.



OUTRAS NOTÍCIAS

"O capital humano é o 'gatilho' do crescimento"


A EGOR celebra esta semana 30 anos de atividade. Tem por isso uma visão privilegiada da evolução das tendências de identificação, recrutamento e gestão ...

Naspers recruta 40 para Portugal

Naspers recruta 40 para Portugal


Em menos de um ano, serão perto de 100 os profissionais que vão dar suporte ao desenvolvimento de projetos internacionais do OLX e da Naspers Classifieds que, em Portugal, opera atrav&ea...

Imobiliário reforça procura de talento

Imobiliário reforça procura de talento


Há largos meses que o sector imobiliário nacional dá sinais de retoma da sua vitalidade. Em maio, os dados da habitual análise mensal aos anúncios publicados no Expr...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Diretor-Geral

FAROL ATT - Associação de Tratamento das Toxicodependências