Notícias

Calçado e têxtil com falta de trabalhadores

Calçado e têxtil com falta de trabalhadores

Segundo o secretário de Estado do Emprego, Valter Lemos, no setor têxtil e do calçado há falta de mão-de-obra.
01.06.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O alerta é do secretário de Estado do Emprego, Valter Lemos, que num comentário às previsões do Eurostat que apontam para a estabilização da taxa de desemprego nacional nos 12,6%, revelou que apesar deste panorama há no país setores em crescimento e onde até falta mão-de-obra, como é o caso do calçado e dos têxteis.

Embora admita que a taxa de desemprego se mantém elevada, Valter Lemos defendeu que “há setores em Portugal onde a situação do emprego está a melhorar de forma muito significativa, nomeadamente nas indústrias do calçado, têxtil, automóvel, metalomecânica e agricultura”.

O secretário de Estado admitiu que no calçado e nos têxteis “já não há mão-de-obra suficiente para as necessidades” e anunciou que está a ser feito um esforço de reconversão de trabalhadores para estas áreas.



OUTRAS NOTÍCIAS
Terapias que salvam vidas

Terapias que salvam vidas


Desenvolver terapias que salvam vidas é a grande missão da empresa Cell2b, um projeto nacional materializado por Daniela Couto em parceria com três colegas, também investiga...

IPCG leva formação aos administradores

IPCG leva formação aos administradores


Lisboa acolheu esta semana o I Programa Anual de Desenvolvimento para Administradores Não Executivos. O evento, organizado em parceria pelo Instituto Português de Corporate Governance (IP...

EURES, rede Europeia com milhões de empregos

EURES, rede Europeia com milhões de empregos


Um papel fundamental, numa altura em que pende sobre o mercado laboral português a negra previsão de 13% de desempregados em 2012. A Europa enfrentou recentemente a maior crise económica desde a re...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal