Notícias

Banca com acordo europeu de formação

15.02.2003


  PARTILHAR





Ruben Eiras

OS PARCEIROS sociais europeus do sector bancário celebraram recentemente um acordo para introduzir a aprendizagem ao longo da vida naquele segmento de actividade. Neste sentido, foram recolhidos dados de 18 países respeitantes às definições, ao enquadramento legislativo e à prática da formação contínua no sector.

Uma tendência que vem no seguimento dos novos modelos de negociação colectiva defendidos pelo Grupo de Alto Nível para as Relações Industriais da Comissão Europeia, liderado por Maria João Rodrigues.

O grupo de peritos nomeado pelos parceiros sociais europeus identificou quatro factores que ajudam a criar uma cultura de aprendizagem ao longo da vida, a saber, a definição das competências profissionais e vocacionais, o reconhecimento e validação de competências, um código de princípios e responsabilidades de formação e a mobilização de recursos para a reciclagem de competências.

Para o primeiro, foi delineado que será fornecida orientação profissional aos jovens trabalhadores do sector, aos empregados que necessitem de novas competências aquando da introdução de novos métodos de trabalho e formação que permita aos trabalhadores gerirem a sua carreira e manterem o seu emprego.

Quanto à validação de competências, os parceiros sociais europeus do sector bancário reconheceram que este elemento é crucial para cada empregado ser encorajado a desenvolver as suas capacidades profissionais ao longo da carreira. Recomendam também que cada empresa possua ferramentas de gestão e identificação das competências críticas do negócio.

O grupo de peritos também elaborou um código de responsabilidade mútua entre empresa e empregados para a formação contínua. O documento salienta que este conjunto de regras deverá ser a base para os bancos se tornarem em organizações nas quais todos aprendem e se desenvolvem em contexto de trabalho.

Por último, o acordo frisa que a reciclagem de competências e as oportunidades de formação deverão estar disponíveis a todos os empregados seja qual for a sua função, faixa etária ou tipo de contrato laboral.

 


 





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ANALISTA DE SISTEMAS NAVISON

Spring Professional Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER ÉVORA

Michael Page Portugal

Business Analyst

Monarque