Notícias

Alerta geral

16.12.2005


  PARTILHAR



Vítor Andrade
AQUELA que parece ser a grande aposta do Governo — o betão — vai gerar trabalho, mas sobretudo para imigrantes do Leste e dos PALOP.

As grandes empresas industriais vão continuar a apostar na deslocalização, em busca de mão-de-obra barata. As que quiserem dar um salto qualitativo e aumentar os seus lucros vão ter que procurar ganhos de produtividade por trabalhador, o que conduzirá ao despedimento de muitos outros.
Várias das novas empresas que vão surgir não irão assentar em processos de mão-de-obra intensiva, o que significa poucas necessidades de recrutamento. Por outro lado ainda, alguns sectores importantes da economia, sempre que necessitarem de mão-de-obra, vão dar preferência ao trabalhador em regime de prestação de serviços ou ao trabalhador temporário.

Conclusão: o emprego está a acabar. Aucautelemos o que já temos.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Diretor-Geral

FAROL ATT - Associação de Tratamento das Toxicodependências