Notícias

AIESEC em 8º lugar em estágios na UE

27.06.2003


  PARTILHAR





Rita Baptista

A AIESEC (Associação Internacional de Estudantes em Economia e Gestão) Portugal atingiu o 8º lugar a nível europeu no "ranking" do programa de estágios internacionais e a 17ª posição em número de trocas globais. A nível dos comités locais ficou entre os 10 melhores.

Um desempenho que catapultou um português para presidente da maior organização de estudantes do mundo. Com 25 anos, Pedro Santos, estudante de Gestão de Empresas do ISEG, lidera uma associação internacional totalmente gerida por estudantes que proporciona aos universitários uma experiência profissional e de desenvolvimento pessoal num outro país. Com mais de 30 mil membros activos distribuídos por 84 países, é responsável por cerca de três mil intercâmbios de estudantes por ano.

Mas Pedro Santos não vai sozinho. Para o mandato de 2003/04, das 18 pessoas que compõem a equipa da AIESEC Internacional mais dois são jovens portugueses: Gonçalo Leonard, finalista do curso de Organização e Gestão de Empresas do ISCTE e Pedro Oliveira, estudante de Economia da Universidade Católica.

"A nossa presença em todos os encontros internacionais e em equipas multinacionais tem demonstrado uma liderança muito forte a nível global", sublinha Xavier Nunes, presidente da AIESEC Portugal. "Nos últimos anos, temos enviado vários dos nossos membros para o estrangeiro integrando comités nacionais noutros países ou a equipa internacional", reforça.

O profissionalismo e a participação dinâmica dos estudantes portugueses confirma-se pelos números. 2003 é o sétimo ano consecutivo de crescimento do comité da AIESEC em Portugal. Tendo ultrapassado o patamar das 100 trocas de estágios por ano, "a nossa posição no 'ranking' mundial é muito positiva, com a 17ª posição a nível global e a 8ª posição dentro da Europa", destaca Xavier Nunes.

Existem três principais tipos de estágios neste programa da AIESEC: Gestão, Tecnologia da Informação e de Desenvolvimento. Portugal lidera o "ranking" mundial da AIESEC na recepção de estágios de Tecnologia, onde a parceria com a extensão da Portugal Telecom no Brasil tem uma grande influência no sucesso desta iniciativa.

Uma cooperação que já trouxe para Portugal 12 recém-licenciados brasileiros para receber formação. Segundo Xavier Nunes, "este é um exemplo de como o trabalho da AIESEC é uma mais-valia para as empresas".

O leitor pode conhecer melhor o programa de estágios internacionais da AIESEC no expressoemprego.pt.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA