Notícias

Agricultura urbana vence prémio Indústrias Criativas

Agricultura urbana vence prémio Indústrias Criativas

O projeto Noocity propõe um sistema que facilita a agricultura biológica em zonas urbanas. É 100% português e conquistou o júri da oitava edição do Prémio Nacional de Indústrias Criativas Super Bock Serralves.

22.07.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A Noocity, uma startup dedicada ao desenvolvimento de equipamentos para agricultura urbana, é a vencedora da 8ª edição do Prémio Nacional de Indústrias Criativas Super Bock/ Serralves. O prémio distinguiu ainda, com uma menção honrosa, o projeto Bio Boards, pela forte componente ambiental que introduz no processo de fabrico de pranchas de surf e skates. À ultima edição do Prémio Nacional de Indústrias Criativas concorreram 168 projetos, nas categorias de Arquitetura e Artes Visuais, Conteúdos e Novos Media, Música e Espetáculo e Turismo e Património. A Noocity arrecadou o reconhecimento do júri.

O projeto de José Ruivo, Pedro Monteiro e Leonor Babo, implantado no Porto, vai buscar o nome ao conceito de consciência coletiva e liga-o ao universo urbano. “É um projeto 100% português, com parcerias internacionais em desenvolvimento, que se caracteriza por possibilitar a criação de uma horta caseira, de forma mais fácil e simples”, explica a organização da competição. O projeto materializa-se numa cama de cultivo, com um sistema de auto-rega que facilita a agricultura biológica – legumes, frutos e ervas – em qualquer lugar. “Entre as vantagens deste projeto destaca-se o facto de economizar água e oferecer maior autonomia, não sendo necessário estar constantemente regar”, explica a apresentação do projeto. Além de receber o prémio de €25 mil, a Noocity ganhou o passaporte para representar Portugal no Creative Business Cup, a competição internacional que premeia a melhor ideia de negócio entre empreendedores de mais de 50 países, que decorrerá de 20 a 21 de novembro em Copenhaga, Dinamarca.

Minimizar o impacto ambiental
A componente ambiental foi também o fator diferenciador a Bio Boards, o projeto de Ricardo Marques, o engenheiro ambiental que se lembrou de construir pranchas de surf e skates com o mínimo de impacto ambiental possível e que mereceu por parte do júri do prémio uma menção honrosa. Na construção das pranchas e skates, Ricardo aplica materiais reciclados, recicláveis, reutilizáveis e biodegradáveis. “A cortiça portuguesa é o material de eleição”, em produtos onde a componente estética não foi esquecida. Todas as pranchas e skates são 100% personalizáveis.

A competição distinguiu ainda o projeto Book in Loop, de João Bernardo, uma solução digital que promove o conceito de economia de partilha, ligando quem tem a quem mais precisa. O projeto, que nasce incubado no Instituto Pedro Nunes (Universidade de Coimbra) - promove a reutilização de livros escolares, ajudando a gerir o orçamento familiar no início de cada ano letivo. Tal como em edições anteriores a oitava edição do Prémio Nacional de Indústrias Criativas Super Bock/ Serralves, voltou a reunir parceiros de peso em torno da promoção da causa empreendedora. Agência da Inovação, Associação Nacional de Jovens Empresários, BPI, Fundação da Juventude, IAPMEI, ADDICT, Universidade Católica, Universidade do Porto e outras organizações apoiaram a iniciativa e os projetos candidatos.



OUTRAS NOTÍCIAS
272 horas para formar um bom diretor hoteleiro

272 horas para formar um bom diretor hoteleiro


A Associação dos Diretores de Hoteis de Portugal (ADHP) vai realizar em outubro um curso de especialização em Direção Hoteleira. O curso “visa contribui...

10 competências para garantir emprego

10 competências para garantir emprego


As competências necessárias aos profissionais e empregadores estão em mutação constante e o sistema de ensino não está a conseguir acompanhar a velocida...

DS Seguros procura empreendedores

DS Seguros procura empreendedores


A DS Seguros, uma empresa do grupo especializado em consultoria imobiliária e financeira Decisões & Soluções, assumiu como plano de expansão chegar ao iní...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Técnico Superior (Arquiteto Aplicacional)

Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. (ESPAP, I.P.)

Técnicos Superiores (Consultor SAP)

Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. (ESPAP, I.P.)