Notícias

200 vagas nas melhores empresas

200 vagas nas melhores empresas

Há 12 empresas portuguesas cotadas no ranking europeu do Great Place to Work, agora divulgado.

05.07.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O número de firmas lusas que integram a lista das empresas onde é bom trabalhar alcança este ano o melhor resultado da década, demonstrando uma clara orientação das organizações para as pessoas que são afinal o seu maior talento. Mas as boas notícias não ficam por aqui. Estas 12 empresas podem ter um lugar para si, em Portugal.

Accor, CH Business Consulting, Cisco Systems Portugal, Gatewit, Mars Portugal, Medtronic Portugal, Microsoft Portugal, Novartis Farma, ROFF, Royal Canin Portugal, SAS Institute e Unilever Jerónimo Martins integram a lista europeia as melhores empresas para trabalhar do Great Place to Work. Um ranking que este integra 12 vencedoras nacionais e três empresas de origem portuguesa entre as 100 melhores. Juntas, as 12 empresas com operação em Portugal estão a criar em solo luso cerca de 200 oportunidades de emprego em várias áreas e sectores.

O estudo de 2013 englobou a aplicação de questionários a mais de 589 mil colaboradores de 2100 organizações e empresas de toda a Europa, que competiram em três categorias distintas: Melhor Multinacional para Trabalhar (Best Multinational Workplace), Melhor Grande Empresa para Trabalhar (Best Large Workplace) e Melhor Pequena e Média Empresa para Trabalhar (Best Small and Medium-sized Workplace). Distinguiu-se na competição como vencedora a Microsoft que integra a lista europeia de multinacionais, onde 36% das empresas são reconhecidas em Portugal. São empresas onde todos gostariam de trabalhar, mas onde entrar exige passar o rigoroso crivo da seleção.

O grupo de hotelaria e turismo Accor recruta em média 50 novos colaboradores por ano. Até final de 2013, a empresa espera gerar 20 novas oportunidades profissionais e assim alargar a sua equipa nacional que já soma 541 profissionais. Em matéria de recrutamento, a empresa procura sobretudo perfis associados a profissões ligadas às operações hoteleiras. Uma aposta distinta da CH Business Consulting. A consultora, sedeada em Coimbra, procura “quadros seniores com elevado nível de especialização que se identifiquem com o ADN da empresa”. A organização liderada por António Henriques já recrutou 30 novos colaboradores este ano e espera que 25 novos profissionais integrem a sua equipa antes do fim de 2013. O processo de recrutamento está a decorrer.

Quem também tem oportunidades de trabalho na sua equipa é a Unilever Jerónimo Martins que quer ampliar a sua equipa de 319 quadros. Até dezembro de 2013 há, para já, 11 vagas em aberto. Os perfis a contratar destinam-se sobretudo às áreas de marketing, vendas e financeiro e empresa aposta em perfis de grande maturidade intelectual e comportamental, capacidade de comunicação e orientação para o crescimento e resultados. Igual posicionamento têm a Mars Portugal - que tem em aberto duas oportunidades de trabalho também para a área do marketing e vendas – e a Medtronic, também com duas.

No sector farmacêutico, a Novartis Farma é também uma oportunidade. Há 30 oportunidades para preencher com profissionais altamente qualificados nas áreas de medicina, gestão de produto e market Access. A Novartis recruta em média 25 novos colaboradores por ano e valoriza a diversidade de pensamento, a agilidade e a capacidade de aprendizagem constante.

No universo tecnológico, a Gatewit e a ROFF são as duas empresas que maior número de oportunidades de emprego ponderam gerar até final de 2013. Na primeira, há 60 vagas para preencher na área da engenharia informática e também com perfis comerciais, de consultoria, recursos humanos, marketing e financeiro. O processo de recrutamento está atualmente ativo. A segunda, a ROFF, já conduziu este ano aos seus quadros 46 novos colaboradores e prepara-se para integrar mais 40 até final do ano. Sozinha terá gerado em Portugal 86 novos postos de trabalho. A atual aposta de contratação vai para perfis seniores, altamente qualificados nas diferentes áreas técnicas e funcionais SAP. 

Da lista das 12 portuguesas onde é bom trabalhar, apenas a Royal Canin que atua no comércio e distribuição de comida animal, não prevê realizar novas contratações este ano. A empresa emprega em Portugal uma equipa de 59 colaboradores e recruta, em média, três novos colaboradores por ano. Por agora, considera que a equipa está estável para as necessidades da marca no atual cenário económico. Entre as tecnológicas – SAS Institute, Microsoft e Cisco Systems, a opção é não divulgar o número de recrutamentos a realizar até ao final do ano. Sabe-se que são organizações com práticas de recrutamento ativas e constantemente de olhos postos no mercado em busca de talento. Não será por isso de estranhar que juntas possam gerar várias dezenas de novos empregos ainda este ano.

Segundo o Great Place to Work, “nos últimos 12 meses, as 100 melhores empresas aumentaram em média 7% o seu número total de colaboradores”. Em números reais, este crescimento traduz-se na criação de 7.172 novos postos de trabalho. Um feito que a organização do ranking considera “notável, tendo em conta a situação atual da economia europeia”. A Alemanha lidera a lista de países que nos últimos 12 meses criaram maiores oportunidades de emprego, agregando milhares de novos postos de trabalho criados. França, Noruega, Suécia e, surpreendentemente, a Espanha estão também entre a lista de países que registam picos notáveis na criação de novos empregos.

Onde estão as oportunidades
                                                                    
Accor                                 20 vagas
Gatewit                              60 vagas
Unilever Jerónimo Martins       11 vagas
Novartis Farma                    30 vagas
SAS Institute                      Não divulga
ROFF                                 40 vagas
Royal Canin                          0  vagas
Mars                                   2  vagas
CH Consultores                     25 vagas
Medtronic                              3 vagas
Microsoft                          Não divulga
Cisco Systems                   Não divulga

 



OUTRAS NOTÍCIAS
Nestlé prepara contratação de 20 mil

Nestlé prepara contratação de 20 mil


A Nestlé anunciou a intenção de criar 20 mil novos postos de trabalho na Europa até 2016. A empresa quer ajudar a combater o flagelo do desemprego jovem que afeta o velho c...

Europa quer públicos e privados a combater o desemprego

Europa quer públicos e privados a combater o desemprego


Unir o Governo, o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e as empresas do sector privado de emprego em torno da partilha e implementação de boas prática...

Safira aposta na formação

Safira aposta na formação


Os colaboradores e os clientes nacionais e internacionais da tecnológica lusa Safira são o público-alvo do novo projeto da empresa. A marca criou uma nova unidade de negocio &ndas...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal