Notícias

'Viver' apoia famílias

05.03.2004


  PARTILHAR





Cátia Mateus

NOS ÚLTIMOS anos a realidade profissional e familiar dos portugueses mudou. O número de mulheres e mães trabalhadoras cresceu, a população envelheceu e os agregados familiares com dependentes a cargo aumentaram. A necessidade de promover a conciliação entre trabalho e família motivou a criação do VIVER, um projecto nacional que já dá trunfos a nível europeu.


É cem por cento português e foi seleccionado pela Comissão Europeia para participar activamente na elaboração de modelo de intervenção europeia rumo à igualdade de oportunidades.

O projecto Viver insere-se na iniciativa Equal, tem uma dotação orçamental na ordem dos 537 mil euros (que não vai utilizar na totalidade) e uma dupla valência: promover em Portugal a conciliação trabalho/família e, a nível europeu, ajudar a criar uma Rede Europeia de Cidades e Territórios para a Conciliação.

O projecto teve início em 2001 por iniciativa da empresa Byweb - Formação e Informática.

"Entendemos que as famílias necessitavam de apoio na conciliação da vida profissional e privada e estruturamos um projecto sustentado por parcerias locais que ajudassem a solucionar estes problemas", explica Teresa Pinto, coordenadora do projecto e responsável da Byweb.

A meta foi criar sistemas de apoio às famílias recorrendo a animadores locais e também a sistemas de videoconferência para facilitar o contacto com o infantário das crianças ou com os idosos.

O valor da iniciativa foi reconhecido e à Byweb juntaram-se outras entidades como a Sofos - Consultores de Gestão, hoje responsável pela coordenação da vertente europeia do VIVER e pela dinamização em Portugal da "Rede Europeia de Cidades e Territórios para a Conciliação" (ver www.viver.org).

O projecto pretende também sensibilizar as autarquias para a importância de promoverem iniciativas concertadas neste campo e de participarem activamente nas estratégias que a Europa está a definir.

Uma necessidade que segundo Rosa Araújo, responsável pela empresa Sofos, "os municípios parecem estar a entender, já que a adesão tem sido bastante elevada".

Compreendendo a importância deste projecto, o município de Penafiel decidiu acolher no próximo dia 17 de Março a realização do seminário "Rede Europeia de Cidades e Territórios para a Conciliação".

Para João Abreu, chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Penafiel (CMP) "as autarquias têm de se solidarizar com os munícipes na conciliação do trabalho e da família".

O responsável acredita que "é altura dos municípios entenderem também que não devem caminhar sozinhos, mas apostar na partilha de experiências".





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal