Notícias

Negócios: aprender a sobreviver entre 'tubarões'

Negócios: aprender a sobreviver entre 'tubarões'

Randy M. Ataíde e Cathy Gallagher, dois gurus californianos do mundo dos negócios, vão estar em Lisboa a desvendar os segredos do empreendedorismo, num curso de três dias. 

01.04.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



Há mais semelhanças do que diferenças entre um oceano povoado de tubarões e o quotidiano empresarial. Ou pelo menos é essa a teoria do luso-descendente Randy M. Ataíde, CEO da StealthGear USA, fundador da Mountain View Cold Storage e consultor do Fermanian Business & Economic Institute Point Loma Nazarene University, cuja direção executiva assegurou durante vários anos. O especialista em empreendedorismo vai estar em Lisboa, em conjunto com a diretora executiva do Business & Economic Institute Point Loma Nazarene University, Cathy Gallagher, para uma formação de três dias, direcionada a empreendedores, cujo tema é “Swimming with sharks: critical skills and tools for the entrepreneur”. Por outras palavras, os dois especialistas querem ensinar os empreendedores portugueses a dominar todas as técnicas necessárias para sobreviver em ambientes hostis e competitivos.

De 7 a 9 de abril, os métodos de ensino da escola de gestão e negócios da Faculdade de Point Loma, na California, vão ser aplicados aos empreendedores portugueses, num curso assegurado pelos especialistas, que decorrerá na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. “O objetivo principal desta formação é preparar os participantes para a chamada ‘realidade do empreendedorismo”, explica o Randy M. Ataíde acrescentando que “o empreendedorismo e a liderança empresarial referem-se menos à capacitação académica e competências técnicas e mais à confiança, auto-disciplina, carácter pessoal e disponibilidade em trabalhar arduamente e em determinar não só o que o empreendedor é, como aquilo que o empreendedor não deve fazer”.

A organização da formação é assegurada pela consultora Entrepreneurs, em parceria com a Friends of Portugal, e parte de uma metodologia interativa e participativa, sustentada em palestras curtas, vídeos, exercícios e debates, orientados para “levar os participantes a compreender a natureza e as práticas do empreendedorismo, desenvolver uma compreensão intelectual ampla dos conceitos centrais, aplicar ferramentas práticas para a criação de valor, desenvolver a confiança profissional e uma maior capacidade para resistir aos inevitáveis altos e baixos do percurso empreendedor, observando e experimentando as práticas adequadas e aprimorando uma estrutura ética pessoal e organizacional no empreendedorismo”, clarifica.

Para Cathy Gallagher, a formação visa também levar os alunos a compreender que o empreendedorismo “não é, necessariamente, um comportamento ensinado ou aprendido, mas inato e que, por conseguinte, pode ser desenvolvido através da experiência e formação”. A especialista realça que o curso, lecionado em ingle, “irá focar-se nas “soft skills”, qualidades essenciais que podem ser melhoradas e nos passos e ferramentas práticas que suportarão o empreendedor no seu processo”. A formação intensiva, de índole teórico prática, oferecerá aos participantes um enquadramento dos fundamentos do empreendedorismo, nomeadamente o seu enquadramento histórico, conceitos-chave, personalidades, aplicações, inovações, desafios, problemas, oportunidades e tendências.



OUTRAS NOTÍCIAS
OLAmobile recruta 30 em Portugal

OLAmobile recruta 30 em Portugal


Não é preciso ser altamente especializado em tecnologia ou mobile marketing para ter lugar nesta empresa que quer recrutar mais de 30 novos elementos em Portugal, durante este ano. A fil...

Ocidental lança academia para desenvolver carreiras

Ocidental lança academia para desenvolver carreiras


A Google tem um modelo semelhante, com elevada taxa de sucesso, e o Grupo Ocidental prepara-se agora para lançar uma academia de talento que segundo a diretora de recursos humanos, Mariana Coru...

O seu chefe preocupa-se consigo?

O seu chefe preocupa-se consigo?


Uma das principais razões que leva um profissional a tomar a opção de deixar o seu emprego é a desmotivação gerada pelo facto de não sentir o seu valor...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS