Notícias

VORTAL recruta nas tecnologias

VORTAL recruta nas tecnologias

A empresa tem neste momento perto de 30 vagas em aberto para a área de engenharia informática, comercial e de suporte ao negócio. Com mais ou menos experiência o que a Vortal procura são pessoas talentosas, ambiciosas, que queiram crescer e saibam trabalhar em equipa. 

28.03.2014 | Por Maribela Freitas


  PARTILHAR



O processo de recrutamento da Vortal está em curso e Bernardo Bastos Lopes, diretor de recursos humanos da empresa explica que acima de tudo o que procura é talentos. Das vagas em aberto 20 são para engenheiros informáticos e a empresa vai contratar mais sete a dez pessoas para funções comerciais, financeiras, de secretariado e marketing. Procura formações em engenharia informática, gestão de empresas e economia.

No que respeita ao perfil dos candidatos a Vortal está focada nas soft skills. “Queremos pessoas alinhadas com os valores da empresa, espírito jovem, inovador e com ambição de aprendizagem contínua e desenvolvimento de carreira”, conta o diretor de recursos humanos. Acrescenta ainda que é valorizado o espírito de equipa e a motivação para melhorar continuamente. Quanto a experiência e na altura de recrutar o que importa são as competências técnicas, sendo aceites desde perfis seniores a juniores, embora privilegie os mais jovens e podem vir a ser admitidos desde finalistas de mestrado a licenciados ou mestres.

A Vortal disponibiliza soluções de compra eletrónicas e está a ter uma grande expansão nos mercados espanhol, checo e colombiano. “Como somos uma empresa internacional, procuramos dar oportunidades a colaboradores que também ambicionem uma carreira internacional”, frisa Bernardo Bastos Lopes. Ao todo a empresa conta com 200 colaboradores de nove nacionalidades, com uma média etária de 30 anos em que 95% possuem licenciatura ou mestrado. Quem é contratado sabe à partida quais serão as possibilidades de progressão uma vez que “o plano de carreira está acessível e publicado na intranet. A remuneração fixa é complementada com uma componente variável, indexada a objetivos”, salienta Bernardo Bastos Lopes. 

Fortemente direcionada para os seus recursos humanos a Vortal assenta a gestão das pessoas em práticas e processos orientados para o desenvolvimento profissional, proporcionando oportunidades de carreira onde colaboradores jovens podem assumir, por exemplo, a liderança de equipas e projetos. Existe também uma forte aposta na formação e anualmente são identificadas as ações com maior relevância e impato para a atividade e que irão ajudar os trabalhadores e crescer e a superar novos desafios. “A existência de um plano de formação para o desenvolvimento das competências técnicas e comportamentais recorrendo aos melhores programas nacionais e internacionais, aliado às avaliações 360º e avaliações de desempenho individual e de equipa, suportam o crescimento profissional de todos os colaboradores. Primamos pela meritocracia, sendo que a progressão na carreira depende apenas do empenho e dos resultados alcancados por cada um, aliado às oportunidades que naturalmente surgem com uma empresa em forte crescimento”, intensifica o diretor de recursos humanos.

Na perspetiva de Bernardo Bastos Lopes as pessoas são o fator diferenciador para o sucesso e crescimento. “Temos uma política de porta aberta, incentivando as pessoas a entrarem nos gabinetes da equipa de gestão para partilhar ideias e esclarecer dúvidas sempre que necessitem. Sendo uma equipa muito jovem, muitas dos colaboradores têm na Vortal a sua primeira experiência profissional, não tendo como referência mais nenhuma outra empresa ou projeto”, finaliza. Fruto das opções efetuadas na área dos recursos humanos, a Vortal ficou este ano no Top 5 na área da Informação e Tecnologia no ranking das melhores empresas para trabalhar da Revista Exame e da Accenture.
 



OUTRAS NOTÍCIAS
Gulbenkian e COTEC unidas no empreendedorismo

Gulbenkian e COTEC unidas no empreendedorismo


A promoção ao empreendedorismo social é a linha de orientação de um projeto que está a ser desenvolvido em parceria pela Fundação Calouste Gulbe...

Sabe o que é uma viagem de recrutamento?

Sabe o que é uma viagem de recrutamento?


Ricardo Peres, diretor de recursos humanos da Central de Cervejas e Bebidas, não tem dúvidas de que para ter sucesso e atrair talento, um processo de recrutamento tem de espelhar a image...

Entrevistas de grupo: prepare-se!

Entrevistas de grupo: prepare-se!


As entrevistas de grupo entraram no livro de práticas dos recrutadores nacionais e tem ajudado a provocar stress acrescido em inúmeros candidatos. Destacar-se perante o empregador com ba...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


BIM MANAGER

Michael Page Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal