Notícias

START atrai empreendedores

A edição 2008 do prémio START já está ‘na estrada'
20.12.2007


  PARTILHAR



Cátia Mateus

O BPI, a Optimus e a Universidade Nova de Lisboa voltaram a unir-se para colocar no terreno mais uma edição do Prémio Nacional de Empreendedorismo START. Até 10 de Março, os potenciais empreendedores deverão formalizar a sua candidatura à segunda edição deste certame cujo prémio vai extravasar a componente financeira.

Em causa estão 300 mil euros, mas apenas 50 mil serão entregues ao vencedor em dinheiro e é obrigatória a sua aplicação no capital social da empresa a constituir. A maior parcela deste prémio de empreendedorismo tem uma aplicação no domínio do funcionamento e gestão da empresa, nomeadamente através da frequência do Curso de Gestão para Star'ups (patrocinado pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e pelo IAPMEI) que será oferecida aos 20 semifinalistas deste concurso, para que possam desenvolver o seu plano de negócios.

Talvez seja esta amplitude de ferramentas — às quais acrescem ainda 12 mil euros em comunicações Optimus, condições preferenciais no BPI e licença e manutenção da OutSystems Platform Professional Edition — que torna este prémio particularmente apetecível entre os estudantes. Na última edição, candidataram-se ao START 509 projectos provenientes do meio académico.

Para a organização, este prémio representa uma maior abertura e o estreitar da ligação entre o meio académico, a sociedade e as instituições que estão no terreno. A meta deste prémio é “estimular o empreendedorimso e a inovação, envolvendo os empreendedores, investigadores, a comunidade empresarial e permitindo divulgar ideias inovadoras para a criação de empresas a nível nacional”, explica a organização.

Artur Santos Silva confirma que num país onde há já várias iniciativas que distinguem a capacidade empreendedora, “a nossa grande ambição é que o START seja o grande prémio nacional”. Por isso, a organização adianta que os vencedores de outros prémios de empreendedorismo nacionais terão acesso quase directo à lista dos 20 semifinalistas do START.

Para divulgar a iniciativa, a organização dará inicio a um «road show» que passará pelos principais pólos de empreendedorismo em Portugal. Uma incursão à escala nacional que contará com conceituados empreendedores convidados a partilhar a sua experiência.

Até 10 de Março, os empreendedores deverão formalizar a candidatura, apresentando a sua ideia sumariamente. O júri procederá a uma primeira triagem das ideias e solicitará aos candidatos apurados a entrega de um Plano de Negócios. A avaliação final dos projectos será realizada por um júri que integra personalidades como Artur Santos Silva (BPI), Eduardo Carqueja (InfoPortugal), Luís Filipe Reis (Sonaecom), Manuel Carrondo (IBET), Maria João Queiroz (Eurotrials), Miguel Lucas (McKinsey Portugal), Paulo Pereira da Silva (Renova), Paulo Rosado (Outsystems), Paulo Soares Pinho (Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa) e Rui Guimarães (Cotec Portugal).





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 ECONOMISTA ESPECIALISTA DE CONCORRÊNCIA

Autoridade da Concorrência

1 TÉCNICO ESPECIALIZADO

Autoridade da Concorrência