Notícias

SPIN procura inovação nas universidades ibero-americanas

SPIN procura inovação nas universidades ibero-americanas

É por muitos apontado como o maior evento de empreendedorismo universitário ibero-americano e reúne este ano, em Santiago de Compostela, a nata do talento inovador e empreendedor da América Latina, Portugal e Espanha.

08.07.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Depois de Madrid e do México que acolheram o SPIN em 2012 e 2014, respetivamente, é a vez de Santiago de Compostela receber como anfitriã, o fórum de empreendedorismo universitário ibero-americano. Este encontro aberto está direcionado a jovens talentos e empreendedores de universidades da América Latina, Espanha ou Portugal, que sejam mentores de projetos ou empresas com menos de quatro anos de existência. As candidaturas decorrem até ao próximo dia 15 de julho.

Tal como em anos anteriores, o objetivo do SPIN 2016, é “despertar, apoiar e promover o talento empreendedor”, faz saber a organização. A iniciativa da RedEmpreendia, uma das principais redes universitárias focada na inovação e empreendedorismo da região ibero-americana, conta este ano com o apoio da Xunta de Galicia, das três universidades galegas – Universidade de Santiago de Compostela, Universidade de Vigo e Universidade da Coruña -, da Universidade do Porto, da Fundación Cidade da Cultura de Galicia e do Banco Santander, através do Santander Universidades.

A edição deste ano decorrerá no outono, em data ainda a anunciar, mas já está receber candidaturas. Segundo a organização, “podem candidatar-se a participar empresas com menos de quatro anos de vida e que sejam spin-off ou startup de alguma universidade da América Latina, Espanha ou Portugal ou que tenham sido beneficiárias de algum programa de empreendedorismo ou incubação de uma universidade nesta região”. É também possível a participar como investidor. Uma das novidades da edição que se avizinha é o SmartMoney4Stars (SM4S) que está longe de ser apenas um fórum de investimento.

Os candidatos selecionados participarão primeiro num processo de aceleração intensiva – o StarFastTrack – que decorrerá nos dias que antecedem o arranque do SPIN 2016. Durante o evento, terão ao seu dispor um stand onde poderão das a conhecer a sua empresa aos demais participantes e só posteriormente participarão no fórum de investimento, onde apresentarão as suas ideias e propostas a potenciais investidores, fundos de capital de risco e business angels presentes no local.



OUTRAS NOTÍCIAS
Método inovador de anestesia vence prémio DNA Cascais

Método inovador de anestesia vence prémio DNA Cascais


O processo é inovador e foi alvo de estudo por parte de Luísa Neves, durante o doutoramento. A investigadora constatou a existência de algumas desvantagens associadas ao mét...

€5 milhões... e mais oportunidades de emprego para doutorados

€5 milhões... e mais oportunidades de emprego para doutorados


9ºW (nove graus oeste) é a longitude de Lisboa e é o nome do programa criado pela Hovione, a empresa que investiga e desenvolve novos produtos químicos e produz princí...

Católica Porto forma mestres em Bioética

Católica Porto forma mestres em Bioética


São múltiplas, complexas e quase sempre controversas as questões de ordem ética e moral com que nos deparamos no quotidiano e, em muitos casos, que enfrentamos també...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTING TEAM LEADER - MAIA

Kelly Services Portugal

CFO

Winpower - Boost local energy