Notícias

Soft skills e pegada digital são fundamentais

Soft skills e pegada digital são fundamentais

Rita Tecedeiro assumiu em maio deste ano a gestão de Recursos Humanos da tecnológica Cilnet, depois de um percurso de carreira onde o Turismo e a Formação estiveram em destaque. O trabalho com as pessoas e para as pessoas é desde sempre a âncora do seu percurso. 

14.10.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Um bom currículo, inteligência emocional, soft skills (competências comportamentais) críticas e uma presença sólida online, são para Rita Tecedeiro, gestora de Recursos Humanos da Cilnet, requisitos essenciais para triunfar num mercado de trabalho competitivo, como atual. A mulher que assegura a identificação de talento para a tecnológica portuguesa, especializada em serviços de engenharia na área das TI, destaca ainda a importância da experiência consolidada, mesmo que não seja a experiência profissional mas antes a experiência de vida, para definir um caráter forte e captar o interesse dos recrutadores. É isto que procura nos candidatos que seleciona.

“Proatividade, ambição e focus”, são para a gestora de recursos humanos características chave em qualquer candidato. Saber demonstrá-las naquele momento crítico que é a entrevista é, cada vez mais, fundamental. Na Cilnet trabalham atualmente 57 profissionais. A empresa apostou nos últimos anos em novas contratações, aumentando consideravelmente a sua equipa. Tem atualmente o que considera ser “a equipa-chave para continuar a crescer de forma sustentada”, revela Rita Tecedeiro.

A gestora não avança para já futuras contratações, mas sabe onde procurar talento. Universidades como o Instituto Superior Técnico, a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa e escolas de formação profissional com cursos especializados, como a ATEC ou o CINEL, são desde há muito fontes de talento para a empresa. O que procura Rita Tecedeiro? “Candidatos com atitude e vontade de por as ‘mãos na massa’”, explica a responsável de recrutamento da Cilnet que garante que “no caso dos jovens licenciados, muitas vezes não basta ter uma boa média”. A atitude é tudo no mercado cada vez mais competitivo e onde já não chega ser tecnicamente bom. É preciso estar “comportamentalmente” à altura.

Na nova função que recentemente assumiu, Rita Tecedeiro tem como missão promover a consolidação de uma estratégia de desenvolvimento da equipa Cilnet, com a implementação de uma nova política de recursos humanos, a definição de processos de recrutamento, seleção, acolhimento, formação e desenvolvimento de talento.

Rita Tecedeiro
31 anos
Gestora de Recursos Humanos da Cilnet

Formação: É licenciada em Gestão do Lazer e Animação Turística, pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, pós-graduada em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos e mestre em Gestão de Recursos Humanos, pelo ISEG.

Primeiro emprego: A sua primeira experiência de trabalho foi em Preston, Reino Unido, aos 22 anos, como formadora na área ambiental.

Percurso: Uma parte da sua carreira foi dedicada ao sector do Turismo. Em 2007, após a conclusão da licenciatura, rumou a Inglaterra onde durante seis meses onde foi formadora na área da Educação Ambiental. Em 2008 integrou a equipa da Odisseias como experience assistant, acabando por se tornar account manager, assegurando a gestão de grandes clientes e a organização de eventos corporativos. Entrou na Cilnet em 2012, como account manager na área de Outsourcing. Desde o início de maio assumiu a missão de gerir a área de Recursos Humanos da empresa.

Princípio de gestão: “Ouvir e agir. Procuro um balanço constante entre as necessidades dos colaboradores e da empresa, entre a componente pessoal e profissional, entre o crescimento e a especialização”, refere.

Competências que mais valoriza: Proatividade, ambição e focus.



OUTRAS NOTÍCIAS
Direito das Sociedades inspira curso na Católica

Direito das Sociedades inspira curso na Católica


Há cinco anos que a escola de Lisboa da Universidade Católica Portuguesa (UCP) realiza duas pós-graduações semestrais na área das Ciências Jurídi...

Science4you contrata 150

Science4you contrata 150


A sazonalidade do negócio e a necessidade de reforçar as estruturas comerciais da marca justifica parte das 150 contratações que Miguel Pina Martins, o CEO da empresa de pr...

TAP reforça contact center

TAP reforça contact center


Entre 2013 e 2016 a TAP criou mais de mil empregos e tem continuado ao longo deste ano a reforçar a sua estrutura em várias áreas. A aposta atual é no reforço da sua...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal