Notícias

Portugal no seu melhor

26.09.2003


  PARTILHAR




Vítor Andrade
vandrade@mail.expresso.pt

COMO é que se estimula a economia e a iniciativa privada?

Naturalmente, reduzindo impostos, criando incentivos ao investimento e fomentando um enquadramento legal favorável à iniciativa empreendedora - nomeadamente dos mais jovens -, além da diminuição da burocracia em todo o processo da actividade empresarial, incluindo as exportações. Não tem nada que saber, pois vem nos manuais.

Acontece, porém, que em Portugal se tem vindo a potenciar precisamente o contrário.

Ou seja, não se têm criado condições fiscais, financeiras e legislativas para que a iniciativa privada vingue tanto no mercado nacional como nos mercados exteriores.

Resultado: somos uma economia tremendamente dependente do sector público (ver texto ao lado), onde, nos últimos dez anos, o emprego cresceu 33%, segundo a OCDE.

Em contrapartida, o sector privado cresceu apenas 0,8% em matéria de emprego.

Prevalece, pois, o princípio da "engorda" do sector público, ainda por cima terrivelmente burocrático e pouco produtivo. Portugal no seu melhor, portanto.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


1 estagiário

INPI Instituto Nacional da Propriedade Industrial

COLABORADORES

ERA BELÉM/RESTELO - ERA ALCÂNTARA/AJUDA

COLABORADORES

RE/MAX MAJESTIC